Guerra da Independência Grega

Guerra da Independência Grega

Guerra da Independência Grega, rebelião dos habitantes da Grécia ocorrida de 1821 a 1829, para conseguir a independência do Império Otomano.

Os turcos venceram a primeira insurreição, conduzida por Alejandro Ypsilanti, mas a seguinte, iniciada pelo arcebispo Germanos no mosteiro de Aghia Lavra (situado no Peloponeso) em março de 1821, não tardou a triunfar.

Os gregos contavam com a vantagem da superioridade naval, que permitiu o prosseguimento da rebelião, embora com graves conflitos dentro das próprias fileiras.

Em 1822 já existiam dois governos gregos, um no continente e outro na ilha de Hidra.

Até 1824 os rebeldes gregos lutavam entre si, além de combater os turcos.

Quando o paxá do Egito enviou seu filho Ibrahim Bajá ao Peloponeso, comandando um grande exército, o primeiro-ministro britânico George Canning persuadiu a Rússia e a França a formarem junto com a Grã-Bretanha uma frente comum, que venceriam as frotas da Turquia e do Egito na baía de Navarino (20 de outubro de 1827).

A guerra terminou quando a Rússia e a Turquia assinaram o Tratado de Adrianópolis em 14 de setembro de 1829, pelo qual a Turquia se comprometia a conceder a independência total à Grécia.


Fonte:
Imagem - http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Epanastasi.jpg
http://www.slimsite.hpg.ig.com.br/grega.html

Leia também! Assuntos relevantes