Gripe

Doença altamente contagiosa, transmitida por vírus, que aparece em surtos repentinos e de pouca duração. É uma doença muito semelhante ao resfriado e é também conhecida como influenza.

No outono e na primavera, o contágio é mais frequente. Os sintomas gripais são parecidos com os do resfriado comum, mas um pouco mais fortes. Após o contágio, a pessoa é acometida por dores de cabeça, nas costas, nos braços e nas pernas, acompanhados de calafrios, febre, tosse e dor de garganta. Existe uma grande produção de secreções nos brônquios e na região nasofaríngea. Como a enfermidade prejudica a resistência do aparelho respiratório, o paciente fica sujeito à ação de outros micróbios. Infecções secundárias não são raras em um paciente com gripe. Bronquite, tosse e expectoração são complicações típicas da gripe.

Uma pessoa gripada deve permanecer em repouso na cama para evitar complicações; deve ingerir bastante líquido, especialmente durante a febre; o contato com terceiros tem de ser evitado. A febre, por outro lado, pode ser controlada com antitérmicos ou compressas de água fria. Uma alimentação leve é a mais adequada neste caso. Na eventualidade de infecção bacteriana, o médico deverá administrar antibióticos ao paciente.

O organismo deverá produzir anticorpos para combater o vírus, o que garantiria imunidade depois que o paciente estivesse restabelecido; todavia, o vírus gripal tem uma taxa muito alta de mutação; assim, o paciente defrontar-se-á com um vírus diferenciado e contrairá gripe novamente, dependendo do surto, das suas condições físicas e exposição ao contágio.

Existe uma vacina contra a gripe que garante, na maioria dos casos, imunidade por um ano. As pessoas mais sujeitas a complicações devidas à doença, pessoas internadas, médicos, enfermeiros e trabalhadores de hospitais, clínicas e casas de saúde, bem como profissionais que não podem faltar ao serviço, cantores, oradores, atores, devem ser vacinados anualmente. Crianças tratadas com aspirina podem desenvolver a síndrome de Reye após uma gripe, sendo necessária a elas a vacinação. A vacina tem validade de uma ano e é atualizada anualmente devido à grande mutabilidade do vírus.


Leia também:
Saiba Mais Sobre Gripes e Resfriados
Como se previnir da Gripe A
Gripe Espanhola
Gripe Suína - H1N1
Gripe do Frango


Fonte:
http://www.sosprofessor.hpg.ig.com.br/ciencia_biologica/gripe.htm

Leia também! Assuntos relevantes