Granuloma


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Granuloma

Por Marlon Knabben de Souza

A inflamação granulomatosa é um tipo distinto de reação inflamatória crônica na qual o tipo celular predominante é um macrófago ativado aparentando ser uma célula epitelial: célula epitelióide. O granuloma é encontrado num grupo relativamente pequeno de doenças infecciosas e autoimunes, sendo definido como uma área focal de inflamação granulomatosa. Consiste de um agregado microscópico de células epitelióides rodeadas por um colar de linfócitos e eventualmente alguns plasmócitos. Sua gênese está fortemente relacionada a processos imunes e suas células apresentam, nas preparações de rotina, um citoplasma rosa-pálido, com grânulos, que aparenta se fundir com o citoplasma das células vizinhas. O núcleo é oval ou alongado, menos denso que o de um linfócito e pode apresentar dobras na membrana nuclear. Granulomas de idade ”avançada” desenvolvem uma cápsula formada por fibroblastos e tecido conectivo.

Freqüentemente, as células epitelióides se fundem umas com as outras, constituindo as células gigantes. Essas células gigantes, que chegam a atingir 40 ou 50mm de diâmetro, são constituídas por uma grande massa citoplasmática contendo 20 ou mais pequenos núcleos arranjados perifericamente (células de Langhans) ou de maneira desordenada (célula gigante de corpo estranho).

São dois os tipos de granulomas:

4 granuloma de corpo estranho: formado contra corpos inertes;

4 granuloma de reação imune: formado pela presença de partículas indigeríveis de organismos ou por respostas imunes mediadas por células T contra certos patógenos. Produtos de linfócitos T ativados, principalmente o IFNg, são importantes na transformação de macrófagos para células epitelióides e células gigantes multinucleadas.

Na tuberculose, o granuloma é referido como tubérculo, sendo classicamente caracterizado pela presença de necrose caseosa central, que é rara em outros tipos de granuloma. Os padrões morfológicos nas várias doenças granulomatosas podem ser suficientemente distintos para permitir um diagnóstico razoavelmente preciso por parte de um patologista experiente. Entretanto, existem tantas apresentações atípicas entre os granulomas, que se torna sempre necessário identificar o agente etiológico.


Exemplos de inflamações granulomatosas:

BACTERIANAS
Tuberculose (Mycobacterium tuberculosis)
Lepra (Mycobacterium leprae)
Sífilis (Treponema pallidum)

PARASITÁRIAS
Esquistossomose (Schistosoma mansoni; Schistosoma haematobium; Schistosoma japonicum)

FÚNGICAS
Criptococose (Cryptococcus neoformans)
Coccidioidose (Coccidioides immitis)

METAIS E PARTÍCULAS INORGÂNICAS
Silicose
Berilose

CAUSA DESCONHECIDA
Sarcoidose

Resumindo, a inflamação granulomatosa é um tipo específico de reação crônica, caracterizada pelo acúmulo de macrófagos modificados e desencadeada por uma variedade de agentes infecciosos e não-infecciosos. A inflamação granulomatosa resulta da presença de agentes irritantes minimamente digeríveis ou capazes de desencadear respostas imunes mediadas por células T.






[ Pesquisa escolar lida 72957 Vezes - Categoria: Doenças ]


Leia também! Assuntos relevantes.

Câncer de esôfago
O esôfago é o tubo que liga a garganta ao estômago. O tipo de câncer de esôfago mais comum é o carcinoma epidermoide escamoso. Tanto homens quanto mul...
Lido: 3212 Vezes

Doenças causadas pelo efeito estufa
O efeito estufa atinge diretamente a saúde humana. O aquecimento do planeta Terra pela energia solar tem sofrido uma interferência das atividades huma...
Lido: 1140 Vezes

Micoses e seus tipos
Por Dr. Carlos Roberto Antônio. Micoses são infecções causadas por fungos ou leveduras (microorganismos) que atingem mais freqüentemente a pele e as ...
Lido: 76511 Vezes

Nova lei de internação de usuário de crack
Uma medida polêmica tem dividido opiniões entre especialistas em saúde pública. Uma política de internação compulsória de dependentes de crack tem cha...
Lido: 2657 Vezes

Cólera
A cólera é uma doença infecciosa aguda, transmissível e perigosa, pois caracteriza-se por uma infecção intestinal grave, podendo levar à morte em deco...
Lido: 56303 Vezes

O que é o Colesterol e como evitar seus excessos
O Colesterol é uma substância lipídica que pode ser encontrado tanto na carne de animais e seus derivados (colesterol exógeno) como sintetizada no org...
Lido: 8863 Vezes

Gota e Ácido Úrico
Muitos já devem ter ouvido falar de uma doença chamada gota, mas poucos sabem realmente do que se trata. Vamos tentar dar uma rápida visão do que é a ...
Lido: 7636 Vezes

Câncer de mama
O câncer de mama é o tipo mais comum de câncer entre mulheres acima dos 35 anos. Quando detectado e tratado no início, são boas as chances de cura. As...
Lido: 3796 Vezes

Síndrome de Münchausen - Transtorno Factício
A característica essencial da Síndrome de Münchausen (Transtorno Factício) é a produção intencional de sinais ou sintomas somáticos ou psicológicos. A...
Lido: 4604 Vezes

Rubéola
Apresenta este nome pelo aspecto avermelhado ou rubro do paciente. A rubéola é uma doença aguda, benigna, contagiosa, de crianças e adultos jovens. É ...
Lido: 37902 Vezes

Estudantes Online | Fale Conosco | Feed / RSS | Google + | Twitter |

Novos assuntos sobre educação no seu e-mail

Site destinado a educação, informação e pesquisa escolar. Não incentivamos a prática de trabalhos escolares prontos.

Sendo um veículo de comunicação, não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.

Cópia de conteúdo somente se citada a fonte.

© 2014 - Grupo Escolar - Todos direitos reservados