Granuloma


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Granuloma

Por Marlon Knabben de Souza

A inflamação granulomatosa é um tipo distinto de reação inflamatória crônica na qual o tipo celular predominante é um macrófago ativado aparentando ser uma célula epitelial: célula epitelióide. O granuloma é encontrado num grupo relativamente pequeno de doenças infecciosas e autoimunes, sendo definido como uma área focal de inflamação granulomatosa. Consiste de um agregado microscópico de células epitelióides rodeadas por um colar de linfócitos e eventualmente alguns plasmócitos. Sua gênese está fortemente relacionada a processos imunes e suas células apresentam, nas preparações de rotina, um citoplasma rosa-pálido, com grânulos, que aparenta se fundir com o citoplasma das células vizinhas. O núcleo é oval ou alongado, menos denso que o de um linfócito e pode apresentar dobras na membrana nuclear. Granulomas de idade ”avançada” desenvolvem uma cápsula formada por fibroblastos e tecido conectivo.

Freqüentemente, as células epitelióides se fundem umas com as outras, constituindo as células gigantes. Essas células gigantes, que chegam a atingir 40 ou 50mm de diâmetro, são constituídas por uma grande massa citoplasmática contendo 20 ou mais pequenos núcleos arranjados perifericamente (células de Langhans) ou de maneira desordenada (célula gigante de corpo estranho).

São dois os tipos de granulomas:

4 granuloma de corpo estranho: formado contra corpos inertes;

4 granuloma de reação imune: formado pela presença de partículas indigeríveis de organismos ou por respostas imunes mediadas por células T contra certos patógenos. Produtos de linfócitos T ativados, principalmente o IFNg, são importantes na transformação de macrófagos para células epitelióides e células gigantes multinucleadas.

Na tuberculose, o granuloma é referido como tubérculo, sendo classicamente caracterizado pela presença de necrose caseosa central, que é rara em outros tipos de granuloma. Os padrões morfológicos nas várias doenças granulomatosas podem ser suficientemente distintos para permitir um diagnóstico razoavelmente preciso por parte de um patologista experiente. Entretanto, existem tantas apresentações atípicas entre os granulomas, que se torna sempre necessário identificar o agente etiológico.


Exemplos de inflamações granulomatosas:

BACTERIANAS
Tuberculose (Mycobacterium tuberculosis)
Lepra (Mycobacterium leprae)
Sífilis (Treponema pallidum)

PARASITÁRIAS
Esquistossomose (Schistosoma mansoni; Schistosoma haematobium; Schistosoma japonicum)

FÚNGICAS
Criptococose (Cryptococcus neoformans)
Coccidioidose (Coccidioides immitis)

METAIS E PARTÍCULAS INORGÂNICAS
Silicose
Berilose

CAUSA DESCONHECIDA
Sarcoidose

Resumindo, a inflamação granulomatosa é um tipo específico de reação crônica, caracterizada pelo acúmulo de macrófagos modificados e desencadeada por uma variedade de agentes infecciosos e não-infecciosos. A inflamação granulomatosa resulta da presença de agentes irritantes minimamente digeríveis ou capazes de desencadear respostas imunes mediadas por células T.




Leia também! Assuntos relevantes.

O primeiro caso de ebola nos Estados Unidos
No dia 30 de setembro de 2014, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos confirmou o primeiro caso de ebola diagnosticado no país...

Onicomicose (Micose da unha)
A onicomicose é uma infecção que atinge as unhas, causada por fungos. As fontes de infecção podem ser o solo, animais, outras pessoas ou alicates e t...

Tenossinovite
A Tenossinovite é uma doença que tem atingido muitas pessoas em razão das tecnologias que pedem a constante repetição de movimentos, como o uso prolon...

Caxumba (Parotidite)
Contágio: Contágio direto ou por objetos contaminados. Sintomas: Inflamações de glândulas salivares (parótidas), podendo atingir os testículos, o...

Câncer Pulmonar
O nome câncer abrange um vasto conjunto de doenças, caracterizadas por apresentarem um grupo de células que crescem sem controle algum. Geralmente, as...

Resfriado
Inflamação das membranas mucosas das vias respiratórias superiores, acompanhada em geral por secreções e coriza. As causas desta doença são, até hoje,...

Como evitar AVC?
O AVC - Acidente Vascular Cerebral, também conhecido como derrame, é um problema que atinge mais freqüentemente pessoas acima de 40 anos de idade e qu...

Autismo Infantil
O autismo infantil é uma doença que está se tornando cada vez mais comum no mundo. Embora a medicina ainda não tenha condições de declarar com certeza...

Câncer de estômago
Também chamado de câncer gástrico esse tipo de câncer se caracteriza pela presença de tumores no estômago. Pode se manifestar de três formas: adenocar...

Eritroblastose Fetal
A Eritroblastose Fetal é uma doença hemolítica que afeta recém-nascidos. O problema é caracterizado por incompatibilidade sanguínea entre mãe e feto. ...

Fale Conosco | Feed / RSS | Google + | Twitter |

Novos assuntos sobre educação no seu e-mail

Site destinado a educação, estudos, informação e pesquisa escolar. Não incentivamos a prática de trabalhos escolares prontos.

Somos um veículo de comunicação. Não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.

Cópia ou reprodução de conteúdo somente se citada a fonte.

© 2015 - Grupo Escolar - Todos direitos reservados