Geoprocessamento

Por

O que é Geoprocessamento?
O Geoprocessamento é uma ciência que aplica softwares de computadores ao levantamento e processamento de informações geográficas. Por meio do geoprocessamento, o homem é capaz de analisar informações geográficas, dados georreferenciados e todos os tipos de conteúdos relacionados à realidade espacial de uma área ou terreno. O geoprocessamento usa computadores e softwares específicos para a realização de cálculos e análises. Podemos definir o geoprocessamento como um conjunto de técnicas e tecnologias voltadas ao tratamento da informação espacial.

Esse tipo de estudo beneficia a evolução de mapas e cartas dados sobre relevo, fauna, flora, rotas comerciais, limites políticos, entre outros itens. Essa ciência só se tornou viável com o avanço da informática e das tecnologias.

O geoprocessamento funciona a partir de uma série de análises complexas, bancos de dados, referenciais cartográficos, tecnologias da comunicação, transportes e análises dos recursos naturais do planeta. O geoprocessamento começou a ser desenvolvido nos Estados Unidos e na Inglaterra, ná década de 1950. O objetivo do projeto era melhorar a produção mundial de mapas.

Essa área de pesquisa ganhou impulso na década de 1980, quando as tecnologias dos computadores e dos softwares começaram a evoluir. Com isso, o geoprocessamento ganhou uma fundação exclusiva, a NCGIA (National Centre for Geographical Information and Analysis), e passou a ser considerado uma disciplina científica.

Atualmente, as ferramentas de geoprocessamento já estão muito difundidas no mundo. As iniciativas mais conhecidas são o Google Earth, os satélites e a tecnologia do GPS. O geoprocessamento segue quatro etapas básicas: coleta, armazenamento, tratamento e análise de dados geográficos com uso integrado das informações.

Leia também! Assuntos relevantes