Gafanhoto

Por

Inseto da ordem Orthoptera, subordem Caelifera. A maioria dos gafanhotos que conhecemos pertencem a família Acrididae (também conhecida como Locustidae). São insetos saltadores, com o corpo dividido em três partes (cabeça, tórax e abdome). Apresentam antenas muito mais curtas que o corpo, três pares de patas ligadas ao abdome, sendo o último par de patas posterior muito musculoso e adaptado ao salto. As asas estão presentes aos pares e o primeiro par de asas é do tipo tegmina (igual das baratas) e o segundo par é do tipo membranoso. Apresentam um par de órgãos auditivos localizados nos lados do primeiro segmento abdominal. Apenas os machos estridulam (“cantam”) atritando a superfície interna do fêmur posterior (do último par de patas) contra a nervura da margem inferior do primeiro par de asas, ou batendo as asas posteriores durante o vôo. O mecanismo de estridulação varia conforme a subfamília. A metamorfose é do tipo incompleta (hemimetábolos).

Os gafanhotos são fitófagos (alimenta-se de vegetais) e freqüentemente são nocivos a vegetação. Entre os indivíduos dessa família existem espécies solitárias, que nunca formam aglomerados, e outras espécies que reúnem-se gafanhotos queem enormes bandos, formando as chamadas “nuvens de gafanhotos”que emigram para regiões distantes devastando, de maneira incrivelmente rápida, todas as plantas cultivadas que encontram. Na América do Sul a espécies responsável por este tipo de catástrofe é a espécie Schistocerca americana da subfamília Cyrtacanthacridinae. É uma espécie migratória, com cerca de 45 a 66 mm de comprimento, de coloração pardo-avermelhada e que reproduz-se enormemente causando grandes danos à agricultura, principalmente no sul do Brasil.

Os ovos são postos no solo em locais onde a vegetação é relativamente escassa e a postura pode ser de 50 até 120 ovos. A deposição dos ovos é feita em buracos que chegam a medir até 75 mm de profundidade. Depois de depositados os ovos, estes são envolvidos por uma espuma eliminada pela fêmea, que preenche todo o buraco. que ela mesma cavou. Essa massa espumosa depois de seca torna-se impermeável e, dessa maneira, protege os ovos. As formas jovens que saem dos ovos, atravessam a essa camada protetora e assim que chegam a superfície procuram alimento e abrigo.

Muitas pessoas confundem os grilos e os gafanhotos, no entanto estes pertencem a famílias diferentes, além de apresentarem estruturas diferentes. Os grilos são insetos pertencentes a família Gryllidae.

Leia também! Assuntos relevantes