Fronteiras Brasileiras

Fronteiras Brasileiras

Por

O Brasil é um país imenso, de características continentais e muitas fronteiras. A região de fronteira é todo limite entre dois países.

O Brasil possui uma fronteira muito grande e complexa. Por isso, existe tanta dificuldade por parte do governo federal para controlar e proteger essas regiões.

No total, o Brasil possui 15.179 km de fronteiras com países da América do Sul. Os únicos países da região qu não fazem fronteira com o Brasil são Chile e Equador.

O Brasil é o maior país da América do Sul, e seu território se estende por 47% da porção centro-oriental do continente sulamericano. Além das fronteiras terrestres, O Brasil ainda tem 7.367 km de fronteiras marítimas.

A marcação das fronteiras do Brasil é feita por GPS – Sistema de Posicionamento Global. Mas, os definidores das fronteiras são, na maioria dos casos, rios, serrras, lagos e linhas geodésicas.

As fronteiras brasileiras colocam o país em contato com dez nações da América do Sul.

Conheça as fronteiras do Brasil:

Ao norte: Suriname, Guiana, Venezuela e Guiana Francesa.

A noroeste: Colômbia.

A oeste: Peru e Bolívia.

A sudoeste: Paraguai e Argentina.

Ao sul: Uruguai.


A fronteira marítima do Brasil vai da foz do rio Oiapoque, na divisa do Amapá com a Guiana Francesa, ao norte, até o arroio Chuí, na divisa do Rio Grande do Sul com o Uruguai, ao sul.

O Brasil protege suas fronteiras a partir das determinações do Ministério das Relações Exteriores e do Ministério da Defesa.

O governo mantém a Divisão de Fronteiras (DF) e a Segunda Comissão Demarcadora de Limites para proteger as fronteiras. Esses órgãos são responsáveis por cuidar das atividades nas fronteiras do Brasil com Peru, Colômbia, Venezuela, Guiana, Suriname, Guiana Francesa, Uruguai, Argentina, Paraguai e Bolívia.

Existe uma tropa encarregada de garantir a soberania do Brasil e a proteção das fronteiras. As Forças Armadas trabalham para impedir que quadrilhas de tráfico de drogas e contrabando atuem nas fronteiras brasileiras.

A defesa das fronteiras faz parte do Plano Estratégico Nacional de Defesa. Segundo o governo federal, a segurança nas áreas de fronteiras será duplicada até 2014, como reforço na fiscalização.

Leia também! Assuntos relevantes