Força de atrito

Força de atrito

Empurre um livro sobre sua mesa. Para isso você precisa exercer uma força sobre o livro, para a frente; o livro em contato com a mesa resiste ao movimento com uma força igual e oposta. Quando você freia sua bicicleta, parando as rodas, ela desliza sobre o sobre o solo mas o atrito a faz parar. Atrito é a força que resiste ou se opõe ao movimento quando uma superfície desliza sobre a outra.

Como muitas outras coisas, o atrito pode ser-nos útil ou prejudicial. Só podemos caminhar graças ao atrito com o chão. Repare que quando você anda, empurra o chão para trás; graças ao atrito, o chão reage e empurra você para frente. Sem o atrito um automóvel não sairia do lugar porque os pneus deslizariam sobre o asfalto. Sem o atrito as correias não poderiam mover as máquinas e os pregos não se prenderiam nas paredes. Um automóvel freado fica parado numa ladeira graças ao atrito que não o deixa deslizar.

O atrito é, às vezes, prejudicial. Ele desgasta as superfícies que escorregam uma sobre a outra, aumenta a força necessária para mover um corpo e produz calor. Para diminuir esses efeitos prejudiciais do atrito nós usamos metais duros nas superfícies das máquinas que deslizam e as fazemos tão lisas quanto possível. Além disso pomos óleo entre essas superfícies para torná-las mais escorregadias. Se não pusermos óleo no motor do carro ele se estragará por desgaste e aquecimento excessivo.

Se você empurrar uma mesa sobre um soalho liso você verificará que precisa fazer uma força maior para começar o movimento do que para manter a mesa em movimento. O atrito é menor quando a velocidade é maior. Quando você aplica os freios do carro fazendo as rodas girarem mais lentamente o atrito é grande, pois os pneus não deslizam, e o carro para logo. Se você freia violentamente, impedindo as rodas de girarem, elas deslizam e o atrito se reduz à metade; o carro não parará logo e derrapará.


Atrito de rolamento
Quando uma superfície sólida desliza sobre outra as pequenas reentrâncias que nelas existem prendem-se umas nas outras e produzem o atrito de deslizamento que se opõe ao movimento. O atrito também se opõe ao movimento de um objeto redondo que rola sobre uma superfície sólida. O atrito de rolamento é menor do que o atrito de deslizamento. Os antigos egípcios usavam toros de madeira para mover pedras e estátuas enormes. Nós usamos pequenas rodas nos pés dos móveis e rodas nos carros. Para diminuir ainda mais o atrito usamos rolamentos de esferas nos eixos das rodas de skates e bicicletas.


Fonte:
http://br.geocities.com/saladefisica/conceitos/atrito.htm

Leia também! Assuntos relevantes