Flavorizantes

Por

Flavorizantes ou aromatizantes são substâncias (naturais ou sintéticas) ou misturas que adicionadas a um alimento ou medicamento lhes conferem um flavor característico.

Existe uma certa imprecisão com os termos aroma e flavorizante. Aroma se refere somente ao complexo de substâncias odoríferas, enquanto flavorizante se refere ao complexo que dá sabor aos alimentos e bebidas.

A palavra flavorizante vem do inglês “flavo(u)r”, também empregado de maneira confusa. A palavra pode ser utilizada tanto para designação de odor, sabor, cor e textura de um alimento, como para uma mistura das sensações de sabor e odor causado por uma substância na boca. Em português, as palavras “flavour” e aroma são utilizados geralmente para designar substâncias que dão sabor e odor aos alimentos, embora estejam definidas de outra maneira em dicionários.


Composição
Um grande número de ésteres possuem aromas e/ou sabores agradáveis, sendo usados como flavorizantes na forma pura ou misturadas. Os produtos informam no rótulo a existência de flavorizantes na sua composição.

Nome do éster Fórmula Aroma/sabor
Butanoato de etila C3H7 - COO - C2H5 abacaxi
Formato de isobutila H - COO - C4H9 framboesa
Formato de etila H - COO - C2H5 pêssego
Butanoato de pentila C3H7 - COO - C5H11 abricó
Acetato de pentila CH3 - COO - C5H11 pêra
Etanoato de octila CH3 - COO - C8H17 laranja
Etanoato de benzila CH3 - COO - CH2 - C6H5 gardênia
Ectanoato de 3-metilbutila CH3 - COO - C5H11 banana
Heptanoato de etila C6H13 - COO - C2H5 vinho
3-metilbutanoato de 3-metilbutila C4H9 - COO - C5H11 maçã
Nonilato de etila C8H17 - COO - C2H5 rosa
Antranilato de metila H2N - C4H6 - COO - CH3 jasmim
Caprilato de etila C5H11 - COO - C2H5 pinha
Acetato de etila CH3 - COO - C2H5 menta


Os flavorizantes podem ser naturais (óleos essenciais extraídos de plantas e sabores naturais de frutas) ou artificiais (álcoois aromáticos, aldeídos, bálsamos, fenóis, terpenos, etc.). O acetato de benzila, por exemplo, é um dos componentes dos medicamentos com sabor artificial de cereja, abricô, pêssego e morango5.

As reações adversas aos flavorizantes são muito raras, uma vez que esses compostos químicos são empregados em concentrações ínfimas nos medicamentos5.

Este estudo teve o objetivo de analisar: a) a presença de conservantes, adoçantes, corantes e aromatizantes em 73 apresentações - líquidas ou granuladas - de 35 medicamentos para uso oral, e b) as informações da bula sobre os excipientes.





Fonte:
http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20071125085517AAaP8EU