Expedições de Martim Afonso de Souza

Martim Afonso de Souza nasceu em Vila Viçosa, em Portugal. Ele foi um militar e trabalhou para a família real portuguesa, como pajem do duque de Bragança e de dom João. Seu prestígio o levou a participar da política de colonização de Portugal no Brasil.

Martim Afonso de Souza foi casado com uma nobre do reino de Castela, chamada Ana Pimentel. No ano de 1530, ele embarcou em uma missão de expedição organizada por Dom João III. Dessa forma, ele tornou-se comandante de uma esquadra com cinco embarcações e mais de 400 tripulantes.

A missão de Martim Afonso era conquistar as terras do Rio da Prata, procurar metais preciosos e combater traficantes franceses. Ele foi o responsável por povoar parte do litoral brasileiro.

Com o título de capitão-mor, Martim Afonso foi orientado a fundar núcleos de povoamento. Ele também possuía plenos poderes no âmbito da justiça civil e criminal e tinha autorização para nomear funcionários e fazer a distribuição de terras por meio das sesmarias.


A missão de Martim Afonso de Souza

Martim Afonso de Souza chegou ao litoral de Pernambucano em 1531. Em seguida, ele seguiu para a foz do Rio da Prata e fundou a primeira vila da chamada América portuguesa, nomeada São Vicente, localizada no litoral sul paulista. Ele também foi o responsável por fundar o primeiro engenho da região, o chamado "Engenho do Governador".

Para cumprir sua missão de expansão territorial, Martim Afonso de Souza contou com a ajuda de Diogo Álvares Correa, apelidado de Caramuru, João Ramalho e Antônio Rodrigues. Essa expedição de Martim Afonso foi considerada bem-sucedida

No ano de 1532, Martim Afonso recebeu uma carta do rei Dom João III, designando-o como donatário no sistema de capitanias hereditárias. Com isso, depois de suas expedições para a construção de feitorias no litoral brasileiro e para reconhecer o território, Martim Afonso se tornou figura importante na distribuição de terras e controle da ocupação da colônia. Ele foi, na prática, um dos responsáveis pelo processo efetivo de colonização do Brasil.

Em suas expedições, Martim Afonso trouxe para o nosso país diversos animais domésticos, sementes de cana-de-açúcar, mudas de plantas e ferramentas agrícolas. Ele protegeu o Brasil contra invasões estrangeiras e deu origem aos primeiros núcleos de povoamento.

Entre suas principais realizações, destacam-se as distribuições de sesmarias aos colonos, a captura de diversos navios piratas franceses, o início da plantação de cana-de-açúcar no país, entre outras coisas. Martim Afonso de Souza voltou para Portugal apenas no ano de 1533.

Leia também! Assuntos relevantes