Eutanásia

Por

A eutanásia é um processo de aceleração da morte. Apesar de condenada em vários países e até proibida por conselhos de medicina, a eutanásia é muito praticada em casos de doenças incuráveis, em que o próprio paciente manifesta o desejo de evoluir para o óbito.

A eutanásia é uma forma de apressar a morte com o consentimento do paciente ou da família. Essa questão está sempre em discussão na bioética. Para algumas pessoas, a eutanásia é uma maneira de aliviar a dor e acabar com o sofrimento de um doente. Para outras, é uma prática contra a vida e sua natureza. Grupos religiosos também condenam a eutanásia ao afirmarem que apenas Deus pode decidir o momento da morte.

Em países onde a eutanásia é permitida, o processo só é cogitado em pacientes em estado crítico e sem perspectiva de melhora. Alguns sociólogos acreditam que a eutanásia é um tipo de direito ao suicídio.

No Brasil, a eutanásia é considerada homicídio. Em países da Europa, como a Holanda, por exemplo, a eutanásia é permitida por lei.

Em alguns casos, familiares entram com processos na justiça para terem autorização para desligarem aparelhos que mantém pacientes em estado crítico vivos. Muitas questões éticas envolvem a eutanásia. O principal questionamento é sobre o direito das pessoas de decidirem sobre o fim de suas vidas.

A eutanásia é um conceito que precisa ser avaliado a partir de uma profunda reflexão sobre o valor da vida e os direitos dos cidadãos. Esse processo é muito estudado e debatido na sociologia.

Leia também! Assuntos relevantes