estatizacao-do-petroleo-na-argentina Estatização do Petróleo na Argentina - Geografia - Grupo Escolar

Estatização do Petróleo na Argentina

Estatização do Petróleo na Argentina

Por

Em abril de 2012, uma notícia pegou de surpresa a economia mundial: a presidente da Argentina, Cristina Kirchner determinou a reestatização das reservas de petróleo do país por meio da YPF - Yacimientos Petrolíferos Fiscales.

Alguns analistas do setor afirmam que a decisão pode prejudicar toda a América Latina, principalmente a estatal brasileira Petrobrás. Cristina Kirchner aposta que a nacionalização da indústria YPF de petróleo é uma forma de fugir da crise mundial e contribuir para a geração de empregos e a expansão do consumo na Argentina.

A medida também foi apontada como uma política populista. O projeto, que foi enviado ao Congresso Argentino, apontou que a exploração de hidrocarbonetos é de interesse público e, assim, o controle e os lucros deveriam ser divididos entre o governo e as províncias argentinas.

A empresa YPF estava sob o comando da espanhola Repsol há 17 anos e agora volta ao controle do Estado. O objetivo do governo argentino é, principalmente, o de retomar o poder sobre o recurso natural no país. Os europeus consideraram o fato ilegal.

Leia também! Assuntos relevantes