Estado Absolutista

Estado Absolutista

Por

O Estado absolutista foi uma forma de governo comum na Europa Ocidental durante grande parte da Idade Moderna. O regime absolutista era baseado na centralização do poder político e militar. Os países que viviam sob o Estado Absolutista eram controlados por monarcas soberanos, que passavam o poder de forma hereditária. Esse período de controle também tinha como característica o domínio dos senhores feudais.

O regime absolutista era marcado pelo capitalismo comercial, uma política mercantilista, sistema colonial, sociedade estamental, Estado absolutista e intolerância religiosa. O regime era soberano autocrático.

O processo de centralização do poder teve três momentos distintos: uma fase feudal dominada por reis, uma fase moderna com conselhos e exércitos, e uma fase de consolidação, baseada na racionalização e na burocratização do Estado.

Os Estados absolutistas tinham muitas propriedades fundiárias e controle sobre os camponeses. Esse regime governamental foi muito estudado e debatido por pesquisadores. Marx e Engels discutiam a coexistência de dois modos de produção na sociedade absolutista, com a classe proprietária de terras e a nobreza. Os marxistas viam o Estado absolutista como um tipo de mediador político, uma espécie de equilíbrio de forças entre a burguesia e os nobres.

Leia também! Assuntos relevantes