Epitácio Pessoa

Por

Epitácio Pessoa foi presidente do Brasil. O político nasceu na Paraíba, no nordeste brasileiro. O paraibano Epitácio Pessoa foi eleito Presidente do Brasil sem estar concorrendo ao cargo. Ele estava com uma comitiva em Paris, na Conferência da Paz, quando foi eleito para assumir o mandato de presidente.

Epitácio Lindolfo da Silva Pessoa nasceu na cidade de Umbuzeiro, na Paraíba. Ele ficou órfão aos sete anos de idade, e teve uma infância muito pobre. Com a ajuda de sua família, se formou em Direito na Faculdade de Direito do Recife. Depois de formado, tornou-se professor no Rio de Janeiro.

Graças a seu parente João Pessoa, Epitácio conheceu importantes políticos da República. Ele começou sua vida política como deputado constituinte por Pernambuco em 1890. Mais tarde, foi nomeado Ministro da Justiça no governo do presidente Campos Sales, entre 1898 e 1902. Ainda em 1902 foi nomeado Ministro do Supremo Tribunal Federal.

Em 1919, Epitácio foi nomeado para representar a delegação brasileira na Conferência de Paz em Paris, logo depois da Primeira Guerra Mundial. Nesta época quem iria governar o Brasil era Rodrigues Alves, mas o político acabou vitimado pela varíola e faleceu sem desempenhar sua função.

O vice-presidente, Delfim Moreira, assumiu temporariamente o governo, mas um novo processo eleitoral foi aberto para eleger um novo presidente. Epitácio Pessoa foi indicado pelas oligarquias para assumir a presidência. Ao voltar de Paris para o Brasil, ele recebeu o cargo de presidente. O governo durou de julho de 1919 a novembro de 1922. O momento foi marcado por períodos difíceis da República Velha.

Epitácio tentou favorecer o desenvolvimento de sua região, beneficiando a infraestrutura do sertão nordestino. Ele também implementou uma política de controle de gastos.

Depois de deixar a presidência, o político desenvolveu o mal de Parkinson. Ele morreu em 13 de fevereiro de 1942, aos 77 anos de idade, na região de Petrópolis, no Rio de Janeiro.

Leia também! Assuntos relevantes