Epêndima

Por

A epêndima é uma membrana delgada que reveste os ventrículos cerebrais e o canal central da medula espinhal. As células ependemárias têm origem do revestimento interno do tubo neural embrionário.

Essas membranas revestem as cavidades do sistema nervoso central, e estão em contato direto com o Líquido cefalorraquideano, ou LCR.

Em relação a sua constituição, as epêndimas têm borda ciliada, microvilosidades fazendo o revestimento dos ventrículos encefálicos, formando granulações ependemárias.

No feto, as células ependemárias são ciliadas, perdendo os cílios progressivamente na vida pós-natal.

As células ependimárias podem originar tumores chamados ependimomas.

A epêndima é cheia de vasos, e quando ela se torna incapaz de absorver o líquido cefalorraquideano, ou pelo excesso de produção deste líquido, ocorre o aumento dos ventrículos e, consequentemente, a deformação da região cerebral, problema denominado hidrocefalia.

Juliana Miranda, Equipe do GrupoEscolar.com.

Leia também! Assuntos relevantes