Ensino Fundamental de Nove Anos


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Ensino Fundamental de Nove Anos

Por Josilene Queiroz Santos

Introdução:
Será apresentado os benefícios da inclusão das crianças de seis anos de idade na educação obrigatória e ampliação do ensino fundamental para nove anos.

Com este projeto dará maior oportunidade para que a criança tenha mais convívio escolar e maiores oportunidades de aprender .

A necessidade dos professores se adaptarem a nova realidade, no entanto é essencial assegurar ao professor programas de formação continuada.


ENSINO FUNDAMNETAL DE NOVE ANOS
Esse primeiro ano constitui uma possibilidade para qualificar o ensino e a aprendizagem dos conteúdos da alfabetização e do letramento. Não se deve restringir o desenvolvimento das crianças de seis anos de idade exclusivamente à alfabetização. O ensino fundamental de nove anos ampliou o tempo dos anos iniciais, de quatro para cinco anos, para dar à criança um período mais longo para as aprendizagens própria desta fase, em especial a alfabetização.

A mudança envolve todas as escolas brasileiras, tanto públicas quanto as particulares, ambas precisam organizar uma proposta de ensino própria para as crianças dessa idade e respectiva série.

Há preocupações de que as crianças de seis anos não tenham condições cognitivas necessárias para este aprendizado, mas pretende-se que a ampliação do ensino fundamental permita que haja mais tempo para este aprendizado, considerando as diferenças culturais, sociais e psicológicas entre as crianças. Sendo que os três primeiros anos é especialmente para alfabetizar, respeitando o ritmo de cada criança. O processo de alfabetização não pode ser o único conteúdo.

Conforme o artigo 23 da LDB nº 9.394/96, sugere-se que o Ensino Fundamental seja assim mencionado:
- anos iniciais:
1º ano;
2º ano
3º ano
4º ano
5º ano
- anos finais:
6º ano
7º ano
8º ano e
9º ano.

Quanto aos educadores, devem-se pensar que este pode ser um caminho na direção de uma escola de qualidade social para todos.

Nessa faixa etária, uma das características é a representação e pode ser aproveitado por conhecer o mundo por meio de brincadeiras. Esse desenvolvimento possibilita a elas participar de jogos que envolvem regras e se apropriar de conhecimentos, valores e práticas sociais construídos na sua própria cultura. Contribuindo na construção de sua autonomia e de sua identidade.

Estabelecem também laços sociais e afetivos e constroem seus conhecimentos na interação com outras crianças da mesma faixa etária.

Em relação à linguagem escrita, a criança, nessa fase de desenvolvimento, que vive numa sociedade letrada, possui um forte desejo de aprender, com esse novo projeto dar as crianças a oportunidade de freqüentar a escola.

A família, a escola e os professores são muito importantes na formação humana das crianças.

A criança estudando os cinco anos iniciais de sua vida, garantirá os ensinos finais com sucesso e capacitará a enfrentar os desafios de outras etapas, como um curso superior.

A entrada da criança na escola é encarada como uma continuidade às suas experiências anteriores para que elas possam amplias seus conhecimentos sobre a língua escrita.

Podemos perceber que a criança mesmo com pouca idade, elas manifestam um grande interesse pela leitura e pela escrita, imitando os gestos dos adultos escrevendo. A escola, deve aproveitar a curiosidade, o desejo e o interesse das crianças, utilizando a leitura e a escrita em situações significativas para elas.

Os professores devem se capacitar a educação ; é essencial assegurar ao professor programas de formação continuada, levando em conta esse novo programa de ensino para atender as crianças de seis anos. Está sempre em busca de novos conhecimentos por meio de pesquisas, faz parte de seu exercício da profissão.

A formação oferecida fora da escola, por meio de cursos, é de grande importância para o aprimoramento profissional. Faz necessário estudos, planejamentos, de modo intimamente ligado às vivências cotidianas.

A reflexão dos profissionais da educação sobre a sua prática pedagógica da educação, bem como a implementação das diretrizes de democracia do acesso são essenciais para a qualidade social da educação.

De acordo com as normas estabelecidas pelo CNE, a data de ingresso das crianças no ensino fundamental é a partir dos seis anos de idade, completos ou a completar até o início do ano letivo.

O Fundo Nacional de desenvolvimento da Educação ( FNDE ) e a secretária da Educação Básica ( SEB ) são responsáveis para enviar material didático para as escolas.

É preciso que haja, providências pedagógicas para a ampliação do Ensino Fundamental, que seja de uma forma criteriosa, a re-elaboração da Proposta Pedagógica das Secretárias de Educação e dos projetos pedagógicos das escolas de modo a assegurar que a matrícula das crianças seis anos de idade que permita seu pleno desenvolvimento em seus aspectos físico, psicológico, intelectual, social e cognitivo, com vistas a alcançar seus verdadeiros objetivos do Ensino Brasileiro.


Texto enviado às 10:39 - 15 de dezembro de 2010
Autor: Josilene Queiroz Santos

Licença: Creative Commons License






[ Pesquisa escolar lida 7541 Vezes - Categoria: Pedagogia ]


Leia também! Assuntos relevantes.

Fracasso Escolar
Por Adriana Falcão Duarte – Psicóloga – CRP 06/59349-0 A escola é um lugar que proporciona aos estudantes experiências, sociabilidade, criatividade...
Lido: 6513 Vezes

Gestão Escolar 2
[Continuação] Organização da instituição escolar Para o estudo da organização da escola foram analisadas as principais características da proposta...
Lido: 13680 Vezes

Os alunos sentem que a escola não foi feita para eles
Para os alunos a escola é um lugar no qual eles não se sentem bem nem à vontade. Mesmo aqueles que, fora da escola, são faladores, espertos, curiosos ...
Lido: 13659 Vezes

Como fazer um trabalho escolar excelente?
Um trabalho nota 10 requer muita dedicação e pesquisa em diversas fontes. Os trabalhos escolares são sempre importantes para ajudar a compor as not...
Lido: 3668 Vezes

Informática no Ambiente Escolar
A INTRODUÇÃO DA INFORMÁTICA - NO AMBIENTE ESCOLAR Prof. José Junio Lopes josejunio@clubedoprofessor.com.br josejunio@gmail.com Resumo Este art...
Lido: 12117 Vezes

Escola e Democracia
RESUMO DO LIVRO: ESCOLA E DEMOCRACIA Savianni, analisa em seu livro “Escola e Democracia” a situação da educação, as “teorias não críticas” e as dife...
Lido: 8718 Vezes

Música no Contexto Escolar
Por Josilene Queiroz Santos RESUMO O presente estudo tem por objetivo tratar de questões inerentes à importância da música no contexto escolar, bem ...
Lido: 53749 Vezes

Escola: relações e sentimentos
Mesmo estando no século XXI, ainda não conseguimos apaziguar um desafio: construir uma escola sem exclusão, com respeito aos direitos humanos. Uma esc...
Lido: 13858 Vezes

Gestão Escolar
A gestão escolar: Um campo minado... Análise das propostas de 11 municípios brasileiros Por Nora Krawczyk RESUMO A tendência atual das reform...
Lido: 16605 Vezes

O ambiente escolar
O ambiente da escola – o ambiente na escola: uma discussão sobre a relação escola-natureza em educação infantil. É importante verificar o que as esco...
Lido: 24531 Vezes

Estudantes Online | Fale Conosco | Feed / RSS | Google + | Twitter |

Novos assuntos sobre educação no seu e-mail

Site destinado a educação, informação e pesquisa escolar. Não incentivamos a prática de trabalhos escolares prontos.

Sendo um veículo de comunicação, não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.

Cópia de conteúdo somente se citada a fonte.

© 2014 - Grupo Escolar - Todos direitos reservados