E a pizza do mensalão já esfriou?

E a pizza do mensalão já esfriou?

Por

Na teoria, o mensalão não acabou em pizza: 25 réus foram condenados. Saiba quem recebeu as maiores penas!

O caso do Mensalão deu o que falar. Foram anos de processo judicial e meses de julgamento para que se chegasse a condenação dos culpados pelo maior crime de corrupção da história da política brasileira.

O Mensalão teve 38 réus denunciados em sete tipos de acusações. Esse julgamento foi considerado o maior da história do Supremo Tribunal Federal (STF).

O STF já divulgou a íntegra do resultado desse julgamento, que levou quase cinco meses para ser concluído. Foram mais de 8.400 páginas de processos.

Depois das condenações, vários acusados apresentaram recursos de defesa e embargos infringentes, que permitem a reanálise das condenações. Esses recursos ainda estão sendo votados em 2013.

Como resultado do julgamento do Mensalão, tivemos 25 condenados, que devem começar a cumprir suas penas em 2014.

No julgamento, o Supremo definiu o mensalão como um esquema de desvio de recursos públicos e empréstimos fraudulentos, que financiaram a compra de apoio político no Congresso durante os primeiros anos do governo Lula.

O STF apontou o ex-ministro José Dirceu como o organizador e controlador do esquema. Dirceu foi condenado a mais de 10 anos de prisão pelos crimes de formação de quadrilha e corrupção ativa.

O tribunal condenou no Mensalão 25 dos 38 réus do processo. Os números mostram que, na teoria, o Mensalão não acabou em pizza, mas ainda falta fazer com que os condenados realmente cumpram suas sentenças.

O STF já definiu as punições de cada um dos 25 acusados, e definiu que três deputados federais terão que deixar seus mandatos. O réu que recebeu a maior pena foi Marcos Valério, apontado como o operador do esquema do mensalão. Ele foi condenado a mais de 40 anos de prisão.

Segundo determinação da justiça, onze condenados do Mensalão ficarão presos em regime fechado, em presídio de segurança média ou máxima. Entre eles estão Marcos Valério e José Dirceu.

Outros onze condenados ficarão em regime semiaberto. Além disso, um réu foi condenado a cumprir a pena em regime aberto e dois tiveram a pena transformada em restrição de direitos.

Os deputados federais condenados no Mensalão e que perderam os mandatos são: João Paulo Cunha (PT-SP), Pedro Henry (PP-MT) e Valdemar Costa Neto (PR-SP). Os condenados por lavagem de dinheiro ainda terão que devolver os valores roubados aos cofres públicos.

Só depois do julgamento de todos os embargos os réus condenados poderão ser presos para o cumprimento da pena. Até o momento, apenas o deputado Natan Donadon (PMDB-RO), teve a prisão imediata decretada.

Leia também! Assuntos relevantes