Doenças causadas pelo excesso de proteína

Doenças causadas pelo excesso de proteína

Por

O excesso de proteína pode prejudicar principalmente os rins e o fígado.

As proteínas são essenciais para o corpo humano, mas quando em excesso podem apresentar um impacto negativo e até resultar em algumas doenças. O principal problema decorrente do consumo excessivo de proteína alimentar é a doença renal.

Segundo a medicina, um indivíduo adulto com peso normal deve ingerir 0,8 g de proteína por kg de peso corpóreo ao dia. Em muitos países do mundo, inclusive no Brasil, a ingestão diária de proteína fica muito mais alta do que o recomendado.

A alta ingestão de proteína pode prejudicar o funcionamento dos rins, dificultando o metabolismo de alguns elementos, como uréia, amônia e resíduos nitrogenados. Quando há excesso de proteína na circulação sanguínea, o desenvolvimento da aterosclerose e de doenças cardíacas também pode acontecer.

Além disso, o excesso de proteína pode causar aumento da excreção de cálcio, osteoporose, pedra no rim, aumento de peso, problemas hepáticos e até câncer.

Leia também! Assuntos relevantes