Doença de Morgellons

Doença de Morgellons

Por

A doença de Morgellons é uma enfermidade muito complexa e que apresenta sintomas bastante estranhos. Ainda não existe um tratamento e um diagnóstico concreto para essa doença.

O primeiro relato da Doença de Morgellons aconteceu em 2002, quando uma criança passou a apresentar pequenas feridas pelo corpo. Nessas feridas apareciam fios brancos, negros e vermelhos. Oito médicos avaliaram o estado de saúde do menino e afirmaram que a criança era absolutamente saudável e que as linhas que saiam de seu corpo eram apenas fios da roupa, que estavam colados nas feridas.

Os pais da criança resolveram criar uma organização de pesquisa sobre a doença e a chamaram de Doença de Morgellons. Segundo o dermatologista Alexander Tsvetkevich, a doença era caracterizada por um inchaço da pele nos locais das feridas e uma coceira incessante.

Depois de várias análises clínicas, ficou esclarecido que a doença de Morgellons é uma doença psíquica, em que os doentes acreditam que têm ovos de parasitas na pele. Os doentes de Morgellons costumam tomar vários banhos por dia e esfregam a pele até sangrar e, depois, desinfetam o corpo com vinagre ou álcool.

Os doentes têm convicção de que estão sendo ignorados pelos médicos e que o descaso com a doença tem relação com experiências secretas. Outras pessoas acreditam que os supostos fios que saem da pele são mutações causadas por alimentos transgênicos.

Milhões de casos da Doença de Morgellons já foram diagnosticados no mundo. Enquanto as pessoas sofrem com feridas e úlceras sangrentas, os médicos afirmam que os problemas estão relacionados a doenças psíquicas ou alucinações. O problema também pode ter relação com o estresse.