Diplomas Falsos, Falsos Profissionais

Diplomas Falsos, Falsos Profissionais

Por

No Brasil, diversas escolas e sites vendem diplomas falsos para todos os níveis de educação.

O Brasil está repleto de oportunidades de fraudes para aqueles que optam pela desonestidade. Um desses esquemas é o mercado de venda de diplomas falsificados de nível médio, técnico e superior.

As vendas são feitas pela internet e em escolas espalhadas por todo o país. Qualquer pessoa pode comprar esses diplomas e utilizá-los para exercer ilegalmente uma profissão.

Algumas denúncias já apontaram a venda de diplomas por até R$ 6 mil. A falsificação desse tipo de documento é crime, com penas de até seis anos de reclusão.

Na internet, os falsificadores garantem que entregam os diplomas de curso superior em até dez dias, sem que o cliente tenha pisado numa universidade. O mais grave nesses casos é que os diplomas, muitas vezes, vêm com o reconhecimento do Ministério da Educação.

Isso demonstra a existência de verdadeiras quadrilhas de venda de diplomas falsos. Em alguns casos, o comprador do diploma falso pode até mesmo escolher a universidade que vai emitir o documento.

Os falsificadores garantem a autenticidade do diploma e do histórico escolar. A polícia já descobriu, inclusive, esquemas fraudulentos com o envolvimento de funcionários de universidades.

Muitas instituições de ensino já declararam que repudiam a comercialização de diplomas. Segundo o Ministério da Educação, o comércio de diplomas falsos coloca em risco a sociedade e deve ser combatido de maneira decisiva pelas autoridades competentes.

A falsificação desses documentos prejudica toda a sociedade ao possibilitar que falsos profissionais entrem no mercado de trabalho, colocando em risco a qualidade dos serviços prestados. Além disso, usar diploma falso é crime. Quem compra esse tipo de documento pode ser processado judicialmente.

Leia também! Assuntos relevantes