Dilatação e contração térmica

Dilatação e contração térmica

Por

Ao estudarmos os fenômenos relacionados à temperatura, nos deparamos com algumas propriedades muito interessantes. Por meio de uma escala de temperatura, é possível entender as mudanças que ocorrem nos materiais, de acordo com as variações de calor ou de frio.

De uma maneira geral, alguns materiais apresentam aumento de volume quando aquecidos. Este fenômeno é chamado de dilatação térmica. O processo pode acontecer com todos os tipos de corpos, especialmente com os sólidos.

O processo de resfriamento também traz alterações para os materiais, gerando a contração térmica. Sendo assim, podemos dizer que contração e dilatação dos corpos sólidos são processos que acontecem em decorrência da diminuição ou do aumento do grau de agitação das moléculas nos corpos.

Quando aquecemos um corpo, acontece um aumento da distância entre as moléculas, provocando um aumento de volume que pode ser linear, superficial e volumétrico. Já quando os corpos são resfriados, ocorre uma diminuição da distância entre as moléculas, levando a uma redução do tamanho do corpo.

Vários processos físicos são explicados por meio dos conceitos de dilatação e contração térmica. O homem precisa dominar estes conhecimentos para empregá-los em construções, nas indústrias e em outros processos produtivos.

Assista à aula:

Na prática, um grau de agitação maior das moléculas indica temperatura maior. Em contrapartida, a diminuição da agitação das moléculas mostra uma temperatura menor. Por isso, a dilatação térmica pode ser explicada exatamente pelas forças intermoleculares.


Dilatação dos Sólidos

Assista à aula sobre dilatação térmica dos sólidos:

Os corpos sólidos podem apresentar aumento ou diminuição da temperatura, levando a uma alteração direta nas dimensões lineares, dimensões superficiais e volumétricas. Um bom exemplo é uma barra de metal, que, quando aquecida, sofre dilatação e variação de comprimento proporcional à variação da temperatura.

Leia também! Assuntos relevantes