Desenvolvimento ovíparos e vivíparos

Desenvolvimento ovíparos e vivíparos

Por

Os ovíparos e os vivíparos são animais de reprodução sexuada, ou seja, a continuidade das espécies depende da união de dois gametas, que dão origem a uma célula-ovo, ou zigoto. Sendo assim, podemos concluir que os ovíparos e os vivíparos têm filhotes que nascem a partir da fecundação entre macho e fêmea.

Em espécies de ovíparos os animais têm fecundação interna ou externa. As fêmeas liberam os ovos para que os embriões se desenvolvam no meio externo, retirando reservas nutritivas do sistema existente dentro da casca dos ovos. Entre as espécies consideradas ovíparas podemos citar os peixes, as aves, os répteis e os invertebrados.

Já nos animais vivíparos, o embrião se desenvolve completamente dentro do organismo da mãe. Neste ambiente, o filhote recebe alimento, oxigênio e nutrientes diretamente do sangue da fêmea.

Os vivíparos costumam ter proles únicas e pequenas. As espécies que estão nesta categoria são, majoritariamente, mamíferas.

Leia também! Assuntos relevantes