Desastres Naturais

Os desastres naturais são fenômenos resultantes da fúria da natureza, catástrofes que ocorrem por causa de um efeito físico do planeta, causando danos diretos às pessoas e à propriedade, e deixando um grande número de vítimas.

Hoje, muitos desastres naturais têm sido associados às mudanças climáticas. No Brasil, é a Defesa Civil quem classifica os desastres naturais.

Os desastres naturais atingem, majoritariamente, as pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social, mas também podem causar transtornos a cidades inteiras.

No ano 2000, a ONU lançou a Estratégia Internacional para a Redução de Desastres, com o objetivo de construir comunidades resistentes a desastres promovendo o aumento na consciência das pessoas de que elas são componentes importantes para um desenvolvimento sustentável. Com isso, a Organização das Nações Unidas espera reduzir as perdas humanas, sociais, econômicas e ambientais causadas pelos desatres naturais.

Na natureza ocorrem diversos fenômenos que fazem parte da geodinâmica terrestre. Mas, em alguns casos, esse fenômenos podem ser potencialmente perigosos para a sociedade.

Ente os desastres naturais mais comuns estão: tempestades severas de chuva e vento, tempestades de neve, inundações causadas por rios, escorregamentos de encostas, vulcões, terremotos, tsunamis, entre outros.

Dependendo da magnitude do desastre, ele pode causar prejuízos diretos aos serviços públicos essenciais, como o fornecimento de água e luz, a comunicação e o transporte.

Estudos apontam para a necessidade de políticas de prevenção aos desastres naturais, já que esses fenômenos têm se tornado frequente nos últimos anos, principalmente por causa da ação humana sobre a natureza. Um exemplo de desastre natural previsível é a chuva que, anualmente, causa problemas no Brasil durante o verão, deixando milhares de desabrigados e mortos, como aconteceu na região serrana do Rio de Janeiro, em 2010.

Juliana Miranda, Equipe do Grupoescolar.com.

Leia também! Assuntos relevantes