Demócrito nasceu em Abdera, cidade da região da Trácia, em torno de 460 a.C., descendente de uma família nobra da região. Com uma vida longa, Demócrito viajou muito pelo Egito e pela Ásia, e durante sua vida produziu muitas obras sobre a filosofia da natureza, da matemática, da ética e da música. De suas obras, atualmente, temos apenas alguns fragmentos, mas teve a sua doutrina analisada por Aristóteles.

Foi Demócrito quem desenvolveu a doutrina atomística de Leucipo, seu mestre, seguindo o caminho da filosofia racionalista científica, sendo conhecido como um filósofo materialista, sendo ele, inclusive, reconhecido como o filósofo grego que trouxe a maior contribuição para a posição atomista. Possui ainda um reconhecimento como cientista, já que não havia, durante o século IV a.C. uma distinção clara entre a filosofia e a ciência, e sua posição atomista era bastante semelhante aos desenvolvimentos do século XIX no que tange à compreensão da estrutura atômica.

Atuando como filósofo materialista, Demócrito questionou bastantes coisas relacionadas às circunstâncias causadoras de um determinado evento, não se preocupando tanto, entretanto, com o propósito deste evento em si. Ele acreditava e defendia que tudo era resultado das leis naturais sendo, portanto, relacionadas às questões da física e suas explicações baseadas na mecânica do mundo e das interações entre os elementos.

Segundo o filósofo, os átomos que compõem o mundo e o universo, são similares com relação à qualidade, mas diferenciados no que tange ao volume e à forma, estando em constante movimento no espaço, e se agrupando de formas diferentes, formando os corpos. Além disso, dizia que ainda que um corpo humano, por exemplo, pereça após a morte, os átomos permanecem eternos em um ciclo constante.

Atomo de carbono

Saiba mais:
O que é um Átomo?
Modelos Atômicos
Estrutura Atômica
A Origem da Filosofia


Seu posicionamento atomista deriva, também, da observação e do estudo da natureza, como explica Lucrécio em seu De Rerum Natura, apelando para analogias com as rochas que se desfazem com o tempo, e com a terra que, ao entrar em contato com a água, se transforma em lama. Observa-se, também, a renovação da natureza, principalmente no que se refere aos fenômenos que estão relacionados direta ou indiretamente ao crescimento das plantas e às nascentes.

Ainda que tenha se dedicado mais intensamente aos aspectos mais mecânicos do mundo, historiadores consideram que Demócrito foi responsável pela estática ser considerada um campo de estudo, com obras relacionadas, ainda que não estejam acessíveis estes trabalhos.

Escultura Demócrito

Demócrito estudou a ética, afirmando que a felicidade deve ser buscada pelos indivíduos sempre seguindo a moderação dos desejos, além do reconhecimento da superioridade da alma sobre o corpo. Ria-se constantemente das loucuras da humanidade, sendo chamado por alguns de filósofo risonho, tendo contraponto com Heráclito, conhecido por ser melancólico.

Leia também! Assuntos relevantes