Crise diplomática entre Brasil e Israel

Crise diplomática entre Brasil e Israel

Por

O conflito sangrento entre palestinos e israelenses tem chamado a atenção do mundo inteiro e provocou uma crise diplomática entre Brasil e Israel. Ao falar sobre o massacre de palestinos na Faixa de Gaza, o governo brasileiro disse que é “desproporcional provocar a morte de centenas de civis e crianças com os ataques de Gaza”.

Em resposta à declaração, o porta-voz israelense Yigal Palmor respondeu em tom de ironia: “Desproporcional é 7 a 1”, numa referência direta à goleada que o Brasil sofreu da Alemanha nas semifinais da Copa do Mundo.

Palmor também chamou o Brasil de “anão diplomático”, menosprezando a importância e a participação brasileira em questões diplomáticas internacionais. As respostas do porta-voz de Israel levaram o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Luiz Alberto Figueiredo, a chamar de volta para Brasília o embaixador brasileiro em Tel Aviv, Henrique Sardinha Filho.

Segundo Figueiredo, o Brasil é um dos 11 países do mundo que têm relações diplomáticas com todos os membros da ONU. Ele disse ainda que “se há algum anão diplomático, o Brasil não é um deles”.

A crise política entre as duas nações é resultado da ação de Israel no território palestino. Os combates na região de Gaza continuam, e já causaram a morte de 736 palestinos e de 34 israelenses.

Leia também! Assuntos relevantes