Confúcio (551 aC - 478 aC)


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Confúcio (551 aC - 478 aC)

Confúcio - China - 551 a.C. a 478 a.C.
Estudar a pobreza na China era estudar a própria humanidade e foi assim que K’ung Fu-Tzu chegou a compreender a razão e a essência da vida: a virtude e a sabedoria. A virtude consistia em amar os seus semelhantes e a sabedoria significava compreendê-los. No entanto, era muito difícil conciliar ambas as coisas e foi em vão que tentou divulgar estes conceitos, pretendendo persuadir algum governante a adotar o ideal de justiça. Anos depois de sua morte, aquilo que ensinava aos pobres da cidade e aldeias, se tornaria numa das mais populares doutrinas da Ásia oriental, a ponto de influenciar a cultura e a civilização de centenas de milhões de pessoas.

A doutrina jamais chegou a ser uma religião no sentido ocidental do termo.
Primeiro, porque não tem Deus: venera os ancestrais, reconhece a superioridade dos sábios – mas é só.

Segundo, porque não tem templos: cada lar é o templo onde se honram os antepassados da família.

Terceiro, porque não tem sacerdotes: o chefe da família é automaticamente sacerdote da família.

E quarto, porque desconhece qualquer dogma ou livro santo: pode um livro conter toda a sabedoria do mundo? E será possível excluir os sábios que podem surgir no futuro? Decerto, existe céu – sobrenatural e misteriosa fonte da verdade e da bondade.


Mas a sua essência escapa ao homem, que somente pode aproximar-se dela através da educação e do estudo. Assim, o estudo – e não o céu ou a religião – é a autoridade suprema, pois só através de estudo é que o homem é capaz de desvendar, em parte, a essência da vida.

A essência da vida é jen, palavra de significado múltiplo, que significa: humanidade, bondade, compreensão, amor.

A evolução do confucionismo foi barrada e fixada num conceito que diz: “O céu é meu pai, a terra é minha mãe, todos os homens são meus irmãos, todas as coisas são minhas companheiras”.


Fonte:
http://faustomoraesjr.sites.uol.com.br/confucio.htm




Leia também! Assuntos relevantes.

A Revolução Cultural da China (1966-1976)
Buscando fortalecer-se pessoalmente, Mao Tsé-tung deu início, em 1966, a um movimento que visava a expurgação de opositores no governo- a Revolução Cu...

China - Crescimento Econômico
INTRODUÇÃO O presente trabalho tem por objetivo analisar os principais determinantes do crescimento econômico na China nas últimas décadas. Partindo ...

Poluição da China
A poluição na China já alcançou níveis mundialmente preocupantes. Recentemente, a NASA publicou um artigo que mostrava uma imagem da névoa de poluição...

China
Tradições milenares convivem na China com medidas políticas, econômicas e sociais de um regime comunista, instaurado com a revolução de 1949. O vocábu...

Socialismo na China e em Cuba
Em 1949, Mao Tsé-tung liderou uma revolução popular que sepultou a velha condição de “quintal do mundo” que caracterizara a China desde o século XIX. ...

ZEEs da China
As ZEEs são as chamadas Zonas Econômicas Especiais da China. Essas regiões formam o principal mecanismo de abertura da economia chinesa. As zonas e...

História da Matemática na China
A civilização chinesa desenvolveu-se, desde o 3º milénio a.C., ao longo das margens do rio Amarelo e do Azul, na dinastia Hsia, iniciada pelo imperado...

China nas Olimpíadas
Os jogos Olímpicos contemplam a tradição de muitos anos, desde a Grécia antiga trazem em seu nome a idéia de força, beleza e habilidade para quem o pr...

Questão Ambiental da China
A China vive há décadas um desenvolvimento industrial e econômico intenso. Como resultado disso, o país também enfrenta sérias questões ambientais, já...

A República Popular da China
A derrota do Japão em 1945, contribuiu para a vitória da revolução comunista na China. De fato, durante a guerra, as forças nacionalistas do Kuomin...

Fale Conosco | Feed / RSS | Google + | Twitter |

Novos assuntos sobre educação no seu e-mail

Site destinado a educação, estudos, informação e pesquisa escolar. Não incentivamos a prática de trabalhos escolares prontos.

Somos um veículo de comunicação. Não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.

Cópia ou reprodução de conteúdo somente se citada a fonte.

© 2015 - Grupo Escolar - Todos direitos reservados