Conflito de Juazeiro

Conflito de Juazeiro

Padre Cícero Romão Batista, líder religioso venerado por milhares de camponeses é o pivô desse conflito.

Aliado dos coronéis cearenses, é eleito prefeito de Juazeiro em 1911. Organiza o Pacto dos Coronéis, para garantir a permanência da família Acioli no poder estadual.

O presidente da República, Hermes da Fonseca, reage e nomeia o coronel Franco Rabelo para dirigir o Estado.

A Assembléia Legislativa cearense não aceita a indicação e elege Fioro Bartolomeu, mentor político do padre Cícero, para o governo. Os dois armam os sertanejos para garantir a decisão dos deputados.

Hermes da Fonseca indica o general Setembrino de Carvalho como interventor do Ceará e força a renúncia do padre.

Excomungado pela Igreja no final dos anos 20, padre Cícero permanece como eminência parda da política cearense por mais de uma década e até hoje é considerado um santo pelos sertanejos.


Fonte:
http://leandrobrito.br.tripod.com/juazeiro.htm

Leia também! Assuntos relevantes