Como anda o ensino público Brasileiro?

Como anda o ensino público Brasileiro?

Por

O ensino público brasileiro ainda é repleto de deficiências e desigualdades nas diversas regiões do país. Atualmente, o Brasil possui cerca de 20 milhões de analfabetos.

Para agravar ainda mais a situação, os alunos que cursam os ensinos fundamental e médio em instituições públicas, muitas vezes apresentam dificuldades de aprendizagem em razão das péssimas condições estruturais e curriculares do ensino público.

A educação gratuita é um direito garantido pela Constituição Brasileira. Segundo a lei, todos têm direito à educação sem discriminação, seguindo o princípio de igualdade e condições para o acesso e permanência na escola. No entanto, para garantir que esse direito seja assegurado é preciso que o Brasil invista na valorização do professor e no aprimoramento das escolas públicas.

A população brasileira já demonstra falta de esperança de que ocorrerão melhorias no ensino público. Uma pesquisa feita no país mostrou que os brasileiros acreditam que sem investir na educação, o Brasil jamais será capaz de se transformar num país desenvolvido. 61% dos entrevistados concordaram que a baixa qualidade do ensino vai prejudicar o desenvolvimento do país.

Atualmente, todos os níveis de ensino privado no Brasil (fundamental, médio e superior) apresentam melhores médias de avaliação do que o ensino público.

A precariedade da educação pública brasileira é resultado de baixos investimentos, desvios de dinheiro público, baixa qualidade do ensino, desvalorização do professor, episódios de violência física e verbal dentro das escolas e falta de materiais adequados em sala de aula.

Leia também! Assuntos relevantes