Cometas

Acredita-se que os cometas sejam compostos de um pequeno núcleo de gelo e poeira, sendo descritos como "bolas de neve sujas". Quando um cometa se aproxima do Sol, parte do núcleo vaporiza-se formando uma nuvem luminosa (a coma) e a cauda, que sempre está voltada em direção oposta do Sol. Apesar de o núcleo possuir apenas alguns quilômetros de diâmetro, as comas podem atingir até 1 milhão de quilômetros.

Supõe-se que os cometas se originam na Nuvem de Oort, a cerca de um ano-luz do Sol. A atração gravitacional de um planeta pode capturar um cometa em uma órbita fechada, que irá leva-lo periodicamente até as proximidades do Sol. O exemplo mais conhecido é o cometa Halley, que possui um período de 76 anos e recebeu esse nome em homenagem ao astrônomo inglês Edmond Halley (1656-1742), que previu seu retorno em 1758. Outros cometas podem possuir órbitas abertas, passando pelo Sol apenas uma vez e depois saindo do sistema solar para sempre.

Leia também! Assuntos relevantes