Cientistas testam vacina contra o Ebola

Cientistas testam vacina contra o Ebola

Por

O Ebola se transformou num verdadeiro pesadelo para os países da África Ocidental em 2014. Somente neste ano, mais de 2 mil pessoas morreram vítimas desta terrível doença.

Para tentar conter a epidemia de ebola, os cientistas da Universidade de Oxford, na Inglaterra, começaram a testar clinicamente uma vacina contra o vírus. O medicamento será testado em 60 voluntários. O Instituto Jenner é responsável pelo experimento.

As doses da vacina terão que passar por vários testes antes de serem liberadas para o comércio. O projeto do medicamento está sendo acelerado ao máximo por causa da gravidade do surto de ebola na África.

Segundo o diretor do Instituto Jenner, Adrian Hill, a cooperação internacional tem contribuído para acelerar o processo de testes desta vacina. Depois que todos os voluntários receberem as doses do medicamento, eles passarão por exames de sangue para que os cientistas possam analisar o alcance da resposta imunológica dentro de um período de até quatro semanas.

A vacina contra o Ebola está sendo desenvolvida pela indústria farmacêutica GlaxoSmithKline e pelo Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos. Os investimentos financeiros também são provenientes do Conselho de Pesquisa Médica do Reino Unido e do Ministério de Cooperação Internacional britânico.

O surto de Ebola começou em março de 2014, em Guiné. De lá para cá, a doença já foi relatada na Libéria, em Serra Leoa e na Nigéria.

O Ebola é um vírus transmitido pelo contato com o sangue e os fluidos corporais de pessoas ou animais infectados. A taxa de mortalidade da doença fica em torno de 90%.

Leia também! Assuntos relevantes