Ciclo do ouro e pedras preciosas


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


Ciclo do ouro e pedras preciosas

A notícia da existência de metais preciosos na América Espanhola correu mundo e forçou os portugueses a ultrapassar os limites do Tratado de Tordesilhas em incansáveis expedições rumo ao interior da nova terra. O fascínio foi registrado na cartografia da época com constantes descrições de eldorados e grandes minas.

Os primeiros a procurar o metal precioso foram os vicentinos que descobriram ouro na Serra da Mantiqueira. Em 1553, surgiram relatos sobre a existência de pedras verdes que poderiam ser esmeraldas. A cada notícia de sucesso, novos aventureiros se rendiam à esperança da procura. Saíam expedições da Bahia, do Rio de Janeiro e da capitania de São Vicente, abrindo novos caminhos e criando povoados no rastro dos exploradores.

Em 1695, o governo foi comunicado em Lisboa da descoberta de ouro. A abundância do metal batizou o local de Minas Gerais dos Cataguás, em alusão aos índios que viviam nas redondezas. Em pouco tempo, a região central do atual território mineiro estava ocupada por mineradores. Era o início de um período de riqueza povoado de histórias de sucesso, infortúnio e grandes revoltas.




Leia também! Assuntos relevantes.

Tratado de Tordesilhas
A ambição expansionista de Portugal e Espanha no século XV trouxe a ameaça de uma guerra, que foi evitada pela assinatura do Tratado de Tordesilhas, p...

América espanhola
Chamamos de América Espanhola ou Hispânica, as porções do continente americano que foram colonizadas pelos espanhóis. Países da América do Norte, Amér...

Independência da América Espanhola
Processo de emancipação das colônias espanholas no continente americano durante as primeiras décadas do século XIX. Resulta das transformações nas rel...

Fale Conosco | Feed / RSS | Google + | Twitter |

Novos assuntos sobre educação no seu e-mail

Site destinado a educação, estudos, informação e pesquisa escolar. Não incentivamos a prática de trabalhos escolares prontos.

Somos um veículo de comunicação. Não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.

Cópia ou reprodução de conteúdo somente se citada a fonte.

© 2015 - Grupo Escolar - Todos direitos reservados