Características gerais dos Répteis

Características gerais dos Répteis

Por

Os répteis foram os primeiros animais vertebrados adaptados para viver em terra firme, em lugares secos. A palavra réptil vem do latim “reptare”, que significa rastejar.

As principais características dos répteis são pele seca e rica em queratina, escamas, placas dérmicas, respiração pulmonar e circulação sanguínea fechada e incompleta.

Os répteis se locomovem por meio do rastejamento. A pele desses animais é destituída de glândulas.

Os animais são pecilotermos, e apresentam um coração com dois átrios e dois ventrículos. No caso dos répteis crocodilianos, os ventrículos se encontram separados.

O sangue dos répteis contém hemácias nucleadas e elípticas. Esses animais apresentam sexos geralmente separados.

Os répteis são ovíparos, ou seja, os machos fecundam as fêmeas, que põem ovos que protegem o embrião contra a desidratação. Outras características dos répteis são: membros locomotores localizados no mesmo plano do corpo, e sistema digestivo completo, inclusive com fígado e pâncreas.

Os répteis podem ser classificados em:

Quelônios – que possuem carapaça óssea complexa, como as tartarugas.

Crocodilos – que vivem em regiões tropicais e contam com cerca de 25 espécies diferentes.

Squamatas – incluem os lagartos, os ofídios, a cobra-cega, a cascavel, a jibóia, a jararaca, a sucuri e a surucucu.

Chelonia – inclui espécies como a Tartaruga-verde, a tartaruga-de-couro, o jabuti, o cágado-de-pescoço-comprido e a tartaruga-da-amazônia.

Crocodilia – inclui espécies como o Jacaré-do-pantanal, o jacaré-tinga, o jacaré-de-papo-amarelo, e o lagarto-teiú.

Leia também! Assuntos relevantes