Candomblé

Por

O Candomblé é uma religião brasileira que se formou a partir de influências africanas. Nessa religião os orixás, Voduns e Nkisis são cultuados.

O Candomblé também é praticado em países como Uruguai, Argentina, Venezuela, Colômbia, Panamá, México, Alemanha, Itália, Portugal e Espanha.

O surgimento dessa religião remete ao tempo da escravidão no Brasil, onde os escravos se reuniam nas senzalas para adorar seus orixás.

A religião prega a Alma da Natureza (anima). A prática era condenada pela igreja católica no século XVIII, mas ainda assim o candomblé prosperou.

Atualmente, mais de 3 milhões de brasileiros se declaram praticantes do candomblé no país. A maior concentração da religião está na cidade de Salvador, onde existem 2.230 terreiros registrados pela Federação Baiana de Cultos Afro-brasileiros.

O Candomblé é uma religião monoteísta, que acredita num único Deus, mas que cultua os Orixás, os Inquices e os Voduns, inclusive realizando homenagens a eles, com oferendas de animais, cânticos e danças.

O Candomblé cultua centenas de deidades. Nos terreiros brasileiros é possível encontrar referências a doze divindades mais cultuadas, entre elas Orixás do Ketu, Voduns do Jejé e Inquices dos Bantu.

Segundo o candomblé, toda pessoa é escolhida no nascimento por um ou vários patronos Orixás. Essas pessoas terão o dom de incorporar os orixás durante os rituais religiosos.

Os adeptos do candomblé acreditam na vida após a morte e na possibilidade de materialização dos espíritos.