Câncer de laringe

Câncer de laringe

Por

Cerca de 30% dos tumores incidentes na região da cabeça e pescoço são diagnosticados como câncer de laringe.

Consumo excessivo de álcool e o tabagismo são, comprovadamente, os maiores fatores de risco para o desenvolvimento desse tipo de câncer. Esses dois hábitos, quando associados, podem aumentar as chances de aparecimento de um segundo tumor, sobretudo quando o paciente continua fazendo uso dessas substâncias durante o tratamento.

Dor de garganta e ronquidão crônicas pode ser indicativo de um problema mais grave, por isso, caso alguns desses sintomas pendurem por tempo prolongado, um médico deve ser imediatamente consultado.

Em casos mais avançados, pode ocorrer alteração definitiva da voz provocada por lesões nas cordas vocais e dificuldade em respirar.

O tratamento do câncer de laringe é similar aos outros tratamentos de câncer e quanto mais cedo for dado o diagnóstico, maiores serão as chances de evitar deformidades físicas e problemas emocionais.

Dependendo da localização e estágio do câncer, ele pode ser tratado com cirurgia e/ou radioterapia e com quimioterapia associada à radioterapia. Em casos de laringectomia total existe a possibilidade de tratamento para reabilitação da voz através de prótese fonatória tráqueo-esofageanas.

80% dos casos de câncer de laringe são curados.

Leia também! Assuntos relevantes