Cadeia Respiratória da Membrana Mitocondrial

Cadeia Respiratória da Membrana Mitocondrial

Por

A membrana mitocondrial tem uma cadeia respiratória que está relacionada a três complexos enzimáticos. Por esses complexos acontecem a fluidez dos elétrons do NADH para o O2, por meio da energia gerada para bombear H+ da matriz para o espaço intermembranoso.

O processo da cadeia respiratória é uma etapa da respiração celular que acontece nas cristas mitocondriais. Esse processo envolve transportadores proteicos com diferentes graus de afinidade para com os elétrons.

As moléculas de NADH e de FADH2 (Glicólise e Ciclo de Krebs) são responsáveis por transferir os elétrons para as proteínas (Citocromos). Essa cadeia respiratória resulta na libertação gradual da energia que será utilizada na síntese de moléculas de ATP.

Na membrana nativa, os elétrons móveis ubiquinona e citocromo c completam a cadeia transportadora entre os complexos enzimáticos. Finalmente, os elétrons são transferidos para o oxigênio molecular, que atua no processo aeróbico junto a átomos de hidrogênio.

Quando a mitocôndria fica exposta no meio citoplasmático com altas concentrações de ADP, ela se condensa por causa da síntese máxima de ATP e do acúmulo de H2O no espaço intermembranoso. A respiração da membrana mitocondrial pode ser definida, então, como o processo de oxidação das moléculas orgânicas acompanhadas da liberação de energia, que é aproveitada na síntese de ATP.

Um elemento importante na respiração mitocôndria é a glicólise aeróbica.

Leia também! Assuntos relevantes