BRICS e seu banco de desenvolvimento

BRICS e seu banco de desenvolvimento

Por

Os Brics – grupo das nações em desenvolvimento mais importantes do mundo, formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, anunciou a criação de um banco próprio com recursos que vão financiar projetos e garantir uma alternativa financeira internacional para os países. O anúncio foi feito no último dia da 5ª cúpula anual do bloco, que aconteceu em Durban, na África do Sul.

Os presidentes das cinco economias emergentes assinaram um acordo para criar a instituição. O novo banco de desenvolvimento terá como objetivo oferecer recursos, fomentar melhorias na infraestrutura e o desenvolvimento sustentável nos países emergentes.

A instituição deve complementar os trabalhos financeiros desenvolvidos pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial (BM). Os Brics ainda terão que determinar um acordo definitivo sobre o fundo de reservas de divisas do banco, que deve ter um valor inicial de US$ 100 bilhões.

Atualmente, ss países do Brics representam 42% da população mundial e apresentam 45% da força de trabalho do mundo. Em 2012, Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul somaram 21% do produto interno bruto (PIB) mundial.

Diante desses dados, o ministro da Fazenda do Brasil, Guido Mantega, afirmou que o projeto de criação de um banco de desenvolvimento e de estímulo de investimentos em infraestrutura, vai beneficar a participação dos países emergentes na economia mundial. Para ele, as nações emergentes crescerão em média 5,5% ao ano a partir de agora.

Leia também! Assuntos relevantes