Biomas costeiros e marinhos

Biomas costeiros e marinhos

Por

Os biomas Marinhos e Costeiros ficam numa faixa de transição entre os ecossistemas continentais e os ecossistemas marinhos. Essas áreas estão localizadas em regiões litorâneas.

Duas características marcantes dos biomas marinhos e costeiros são sua grande variação geológica e sua rica biodiversidade. Nessas áreas existem manguezais, recifes de corais, dunas, costões rochosos, praias, falésias, ilhas, lagoas, restingas, brejos e estuários.

Os ambientes costeiros e marinhos são responsáveis por belas paisagens da costa brasileira. Essas áreas apresentam uma grande diversidade de espécies animais e vegetais.

Esses biomas sofrem bastante influência das áreas continentais adjacentes e dos cursos d’água que chegam aos litorais.

No Brasil, os ambientes marinhos e costeiros têm características muito variadas ao longo dos mais de 8 mil quilômetros de costa litorânea. A biodiversidade dos biomas costeiros e marinhos são caracterizados por vegetação rasteira de praias, chamada de jundu. Essas áreas também podem ter terrenos arenosos e salinos formados por sedimentação.

Os biomas são comuns nas áreas de transição das praias para a Mata Atlântica. A biodiversidade dessas regiões contribui para atividades como a pesca e o turismo no Brasil.

Cerca de 130 milhões de brasileiros vivem na faixa litorânea. Isso representa 65% da população do país. Diante desse grande número de habitantes próximos aos biomas costeiros e marinhos, o Ministério do Meio Ambiente tem trabalhado para a preservação de espécies e ecossistemas que fazem parte dessas regiões.

Leia também! Assuntos relevantes