Banditismo social

Banditismo social

Por

O chamado Banditismo Social foi um processo histórico que ganhou força no Brasil no período dos movimentos de Canudos e de Contestado. Esse processo surgiu no nordeste brasileiro e suas primeiras manifestações ocorreram por volta de 1870 e seguiram até 1940.

O fenômeno do banditismo social foi notado em muitas regiões do mundo. De uma forma geral, ele é caracterizado por ser uma reação do tradicionalismo rural ao avanço do capitalismo.

O bandido social transformava cidadãos de bem em "foras-da-lei". Eles se reuniam com o objetivo de contestar movimentos, injustiças e perseguição. Diferentemente do chamado revolucionário, o bandido social não era sempre contra os dominantes, nem tinha ideologias de transformação social.

Seu principal diferencial era o de apresentar-se como fonte de resistência a um mundo desigual e capitalista.

Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, é um ícone do banditismo social no Brasil.

Juliana Miranda do GrupoEscolar.com

Leia também! Assuntos relevantes