Autoridade Racional Legal

Autoridade Racional Legal

Por

A autoridade racional legal é um conceito que foi estabelecido pelo sociólogo alemão, Max Weber. Essa autoridade também é chamada de autoridade burocrática, e se destaca como uma das ações mais comuns na atualidade.

A autoridade racional legal é utilizada nas principais organizações modernas, como governos e organizações públicas e privadas. A autoridade burocrática está ligada à existência de um líder.

A chamada hierarquia das organizações tem como objetivo dar às pessoas o direito de ocupar cargos de liderança, onde a tomada de decisões é centralizada e existe uma divisão de tarefas pré-estabelecida e aceita por todos os indivíduos.

A autoridade burocrática tem um caráter temporário, pois só pertence a uma pessoa enquanto ela ocupa determinado cargo. A autoridade racional legal é usada para manter a ordem e a estabilidade de uma organização.

Segundo o sociólogo alemão Max Weber, a autoridade Racional legal consiste na aceitação da autoridade com base na legalidade das leis e dos regulamentos. Esta autoridade está relacionada à dominação legal, aceita por todos, com uma legitimidade de caráter prescritivo e normativo, de acordo com a lei.

A autoridade burocrática tem como estrutura as funções oficiais, as regras e a hierarquia estabelecida. Nesse tipo de autoridade existe a divisão entre a administração e a propriedade. Isso significa que o chefe não é, necessariamente, o dono da organização.

Weber considerava a autoridade racional legal como a forma mais eficiente de liderança, pois permite conduzir a organização com precisão, conhecimento, subordinação e menos atrito.