Aspectos da história africana

Aspectos da história africana

Por

A História da África tem aspectos muito marcantes, como o tráfico negreiro e o imperialismo. Na metade do século XV, o movimento do comércio de escravos africanos começou, como iniciativa dos portugueses, que levaram negros para a Europa.

O tráfico de escravos se intensificou depois que Cristóvão Colombo descobriu a América. Os negros passaram a ser usados como força de trabalho por europeus justamente porque os africanos tinham imunidade à malária e à febre amarela. Eles foram usados durante muitos anos como trabalhadores braçais.

Os europeus compravam escravos no litoral da África. O tráfico de africanos foi estabelecido principalmente por portugueses e espanhóis. Os negros eram levados para as plantações de cana-de-açúcar no Brasil e no Caribe.

Colonizadores da França e do Reino Unido também participaram do tráfico de escravos. Entre os anos de 1450 e 1865, mais de dez milhões de escravos vieram para a América pelas mãos dos europeus. Os africanos vinham principalmente do litoral da África Ocidental, como o Senegal e a Angola. Os escravos eram transportados em embarcações marítimas precárias, chamadas de navios negreiros.

O colonialismo teve presença marcante na África entre os séculos XV e XVII. Em seguida, no século XIX, a África passou por uma grande intervenção europeia, na qual diferentes países lutavam pelo domínio do continente em busca de riquezas naturais.

Os franceses, os ingleses, os italianos e os alemães foram os principais povos a atuarem na conquista imperialista da África. Os europeus exploravam os africanos e disputavam os territórios. Essa tensão entre as potências da Europa resultou nos motivos que levaram à Primeira Guerra Mundial.

Leia também! Assuntos relevantes