As Vitaminas


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


As Vitaminas

Por Amara Maria Pedrosa Silva

AS VITAMINAS
São substâncias orgânicas especiais que atuam a nível celular como desencadeadores da atividade de enzimas (coenzimas).

Elas são atuantes em quantidades mínimas na química da célula, com função exclusivamente reguladora.

São produzidas habitualmente nas estruturas das plantas e por alguns organismos unicelulares.

Os seres mais desenvolvidos necessitam obtê-las através da alimentação.

Algumas vitaminas são obtidas pelos animais na forma de provitamina, substância não ativa, precursora das vitaminas propriamente ditas. Assim acontece com a vitamina A, que é encontrada como provitamina A ou caroteno; e a vitamina D2 (calciferol), obtida de certos óleos vegetais na forma de ergosterol ou provitamina D2. A falta de determinada vitamina no organismo humano causa distúrbios que caracterizam uma avitaminose ou doença carencial. A melhor forma de se evitar as avitaminoses é consumir uma dieta rica em frutos, verduras, cereais, leite e derivados, ovos e carnes.

As vitaminas se classificam em hidrossolúveis e lipossolúveis, conforme sejam solúveis em água ou lipídios (óleos e gorduras).

São lipossolúveis as vitaminas A, D, E e K; as demais são hidrossolúveis.

As vitaminas hidrossolúveis dissolvem-se na água durante o processo de cozimento de verduras e legumes, por isso, recomenda-se o aproveitamento do caldo resultante.


Vitamina A (axeroftol ou retinol)
-> Pode ser encontrada no leite, na manteiga, na gema de ovos, nos óleos de fígado de bacalhau e baleia, na cenoura, nas pimentas e outros vegetais amarelos, alaranjados e vermelhos.

-> É termoestável, pois suporta temperaturas de até 100 0C.

-> É importante nos processos de cicatrização e entra na composição da rodopsina ou púrpura visual, substância formada na retina e necessária para o bom funcionamento da visão.

-> A sua carência provoca dificuldade de adaptação da visão em locais pouco iluminados, o que é conhecido como hemeralopia ou cegueira noturna. Também provoca a xeroftalmia, que é um processo de ressecamento e ulceração da córnea transparente do olho, podendo levar à cegueira parcial ou total.


Vitamina B1 (tiamina ou aneurina)
-> Encontrada no arroz e trigo integrais, na levedura de cerveja e em vegetais verdes folhosos (couve, repolho, alface), fígado, ovos, soja, nozes, feijões, leite e derivados, frutas frescas, carne e peixes.

-> Atua nos processos de oxidação da glicose e outros carboidratos.

-> Sua carência provoca o beribéri, caracterizado por fraqueza e atrofia muscular, inflamação de nervos periféricos (polineurite), absorção defeituosa de alimentos no intestino, falta de apetite (anorexia), crescimento retardado, inchaços (edemas) e insuficiência cardíaca.


Vitamina B2 (riboflavina)
-> Também é obtida de vegetais folhosos, de cereais, do leite e de frutos.

-> Previne contra neurites.

-> Sua carência provoca lesões na mucosa bucal (glossite) e rachaduras nos cantos dos lábios (queilose).


Vitamina B12 (cianocobalamina e hidroxicobalamina)
-> É encontrada na carne fresca, no fígado, nos rins e é produzida no intestino por alguns microorganismos (leveduras do gênero Streptomyces).

-> É essencial para o processo de maturação dos glóbulos vermelhos na medula óssea. Tem ação antineurítica e antianêmica.

-> Sua carência provoca a formação de hemácias imaturas, ocasionando a chamada anemia perniciosa ou megaloblástica.


Vitamina PP (niacina ou nicotinamida)
-> Pertence ao complexo B, sendo obtida das mesmas fontes das anteriores.

-> Sua carência ocasiona a pelagra, distúrbio que provoca diarréia, dermatite (inflamação da pele) e lesões nervosas que afetam o sistema nervoso central, levando à demência. É chamada doença dos três D: dermatite, diarréia, demência.

Além dessas, fazem parte do Complexo B as vitaminas B6 (piridoxina), H (biotina) e P (rutina), assim como o ácido fólico, o ácido pantotênico, a colina e o inositol.


Vitamina C (ácido ascórbico)
-> Encontrada nos frutos cítricos (laranja, limão, tangerina), na acerola, no caju, no pimentão, na goiaba e nas hortaliças em geral.

-> Decompõe-se facilmente quando exposta às condições normais do meio ambiente.

-> É essencial para a produção adequada de colágeno, participa do desenvolvimento do tecido conjuntivo e é estimulante da produção de anticorpos pelo organismo. É por isso chamada de vitamina antiifecciosa, sendo largamente usada no tratamento e prevenção dos estados gripais.

-> Sua carência provoca o escorbuto, caracterizado por lesões da mucosa intestinal com hemorragias digestivas, vermelhidão das gengivas que sangram facilmente e enfraquecimento dos dentes.


Vitamina E (tocoferol)
-> Encontrada nas verduras, cereais (aveia, cevada, milho, trigo, arroz), leguminosas (feijão, ervilha, soja), leite e seus derivados, ovos, etc.

-> Age como estimulante da gametogênese, retarda o envelhecimento e regulariza a taxa de colesterol.


Vitamina K (filoquinona)
-> É encontrada em vegetais folhosos e no alho. Também é sintetizada naturalmente pela flora bacteriana do nosso intestino delgado.

-> É conhecida como anti-hemorrágica porque atua no mecanismo de formação da protrombina, substância que entra no processo de coagulação sangüínea.

-> Sua carência ocasiona um tempo maior para a coagulação do sangue, o que pode ser fatal em alguns casos.


Vitamina D [calciferol (D2 – vegetal) e 7-deidrocolesterol ativado (D3 - animal)]
-> Na forma de provitamina D2 (ergosterol), é encontrada nos óleos vegetais e de fígado de bacalhau e baleia, leite e seus derivados, gema de ovos, fígado bovino, etc. Só se forma pela transformação das provitaminas na pele, quando o indivíduo se expõe às radiações ultravioletas dos raios solares.

-> Ela atua estimulando a absorção dos sais de cálcio nos intestinos, regulando a sua fixação nos ossos e nos dentes.

-> A carência de vitamina D implica no raquitismo, doença que se caracteriza pela formação defeituosa dos ossos e dentes. Os ossos ficam moles e deformáveis, comprometendo o crescimento. Os ossos da cabeça se alargam e os do tórax se deformam, originando o chamado ‘peito de pombo’ (curvatura óssea do tórax para fora), os ossos da perna se curvam para fora, a coluna vertebral se apresenta com saliências anormais (rosário raquítico).



Autor: Amara Maria Pedrosa Silva
Fonte: http://www.aprendaki.webcindario.com/textos/citoquimica.html
Licença: Creative Commons License





Saiba mais

Buscas relacionadas a As Vitaminas em Biologia.


[ Pesquisa escolar lida 21973 Vezes - Categoria: Biologia ]


Leia também! Assuntos relevantes.

Enzimas industriais
As enzimas atuam como catalisadores em células vivas de animais e vegetais, ajudando na realização de reações bioquímicas. A partir da energia de ativ...
Lido: 2543 Vezes

O consumo exagerado de vitamina C pode provocar problemas cardíacos
Médicos norte-americanos concluíram que consumir 500 miligramas diariamente pode levar ao endurecimento das paredes arteriais do coração. O estudo ...
Lido: 7677 Vezes

Afinal, qual é o papel real da Vitamina C
O que é vitamina c? A vitamina C (também conhecida como ácido ascórbico) é uma das 13 principais vitaminas que fazem parte de um grupo de substâncias...
Lido: 10420 Vezes

Inibição enzimática
A inibição enzimática acontece a partir da reação de substâncias que diminuem a velocidade da atividade das enzimas no corpo humano. São vários os tip...
Lido: 8507 Vezes

Vitaminas
Fundamentais para a manutenção dos processos biológicos vitais, as vitaminas só começaram a ser estudadas no início do século XX. Já bem antes, porém,...
Lido: 28900 Vezes

Enzima
A importância das enzimas é ilustrada pela ocorrência do albinismo, doença congênita que se manifesta pela despigmentação da pele, dos cabelos e da ír...
Lido: 46809 Vezes

Atividade Enzimática
A atividade enzimática acontece por meio de moléculas chamadas de confatores. Nesse processo, as enzimas convertem o substrato em produto. A veloci...
Lido: 3403 Vezes

Sugestão de Busca Escolar

Sites

Encceja
Enem
SISU
Prouni
Paixão e Amor
Curiosidades
Relacionamento

Fale Conosco
Feed / RSS

Comunidade no Google +
Comunidade no Twitter


Novidades no seu e-mail

Estudantes Online
Sobre o Grupo Escolar

GrupoEscolar.com - Todos direitos reservados

Todo o conteúdo do site é retirado da internet e/ou enviado pelos estudantes.

Caso algum conteúdo infrinja direitos autorais entre em contato que adicionaremos crédito ou retiraremos o mesmo.

As opiniões expressas nos textos são de responsabilidade dos seus autores.

Somos apenas um veículo de comunicação e não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.