As leis gerais da hereditariedade

As leis gerais da hereditariedade

Por

O matemático Gregor Mendel, nascido na Áustria, foi o responsável por criar as leis gerais da hereditariedade. Formado em ciências pela Universidade de Viena, Mendel dedicou sua vida aos estudos sobre a genética e também ao mosteiro onde se ordenou monge.

O cientista viveu grande parte da sua vida na cidade de Brünn. Lá, Mendel cultivou plantas e muitas variedades de maçãs e peras. Entre os anos de 1856 e 1865, ele passou a realizar estudos e experimentos com ervilhas. O objetivo era compreender as características hereditárias e como elas eram transmitidas de pais para filhos. Por sua grande contribuição à ciência, Mendel é considerado o Pai da Genética.

Conheça as leis básicas da hereditariedade formuladas por Gregor Mendel:

1º lei de Mendel (monoibridismo) – Em sua primeira lei sobre hereditariedade, Mendel utilizou a ervilha Pisum sativum para determinar um fator responsável pela característica da semente. Ao cruzar plantas puras de sementes amarelas com plantas de sementes verdes, ele conquistou a primeira geração parental. Na segunda fase do experimento, Mendel descobriu a geração híbrida e, em seguida, veio a geração F2.

Ao observar as três gerações de ervilhas, ele concluiu que: na geração F1, todas as ervilhas tinham sementes amarelas. Depois do cruzamento, Mendel obteve uma segunda geração com 75% de sementes amarelas e 25% de sementes verdes. Dessa forma, ele notou que o amarelo era o fator dominante e o verde era o fator recessivo.

A primeira lei de Mendel, chamada de lei de monoibridismo, é válida para organismos híbridos.

Genótipo e Fenótipo – Os conceitos de genótipo e fenótipo são importantes para a genética. Genótipo é o conjunto de genes, e fenótipo é o conjunto de características morfológicas, fisiológicas e comportamentais.


2º Lei de Mendel (Diibridismo) – Ao dar continuidade aos seus estudos, Mendel realizou testes com dois tipos diferentes de características. Cruzando sementes de ervilhas amarelas e lisas com sementes verdes e rugosas, ele obteve uma primeira geração apenas com sementes amarelas e lisas, e uma segunda geração com quatro tipos de características (9/16 amarela lisa; 3/16 amarela rugosa; 3/16 verde lisa e 1/16 verde rugosa).

A conclusão da segunda lei de Mendel é que a herança da cor é independente da superfície da semente. Esses resultados encontrados por Gregor Mendel embasaram todos os conhecimentos que hoje o homem moderno tem sobre genética e condições de hereditariedade.

Leia também! Assuntos relevantes