As formas políticas do ocidente e suas especificidades

As formas políticas do ocidente e suas especificidades

Por

Um dos temas mais recorrentes nos vestibulares dentro da disciplina de História Geral está relacionado às formas políticas do ocidente e suas especificidades, área de estudo que engloba os conceitos e características da Democracia e da República na Antiguidade e também do Antigo Regime e do Liberalismo a partir da Modernidade.

Confira aqui informações importantes sobre esses regimes políticos que figuraram no Ocidente:

Democracia e República na Antiguidade - A Antiguidade foi um período histórico relevante no aspecto político, pois deixou muitas influências e legados para a política contemporânea. Conhecidamente, a política na antiguidade era marcada pelas aristocracias, com forte tradição familiar e religiosa.

Contudo, também existiam povos organizados de maneira distinta, com mais liberdade de expressão para o povo e outras possibilidades de governos. Um desses exemplos é a Democracia Ateniense. A Grécia Antiga era berço de várias regiões politicamente independentes, conhecidas como Cidades-Estados. Ali, nasceram as bases democráticas, que garantiam o direito do povo de de debater os rumos da sociedade.

Entretanto, historicamente, a democracia começou a ser refletida no século XVIII, durante o Iluminismo, quando o mundo ocidental viu a necessidade de governar com cidadania, igualdade jurídica e a constituição de governos laicos.

Já o conceito de República Democrática na Antiguidade esteve ligado a uma forma de organização do Estado, com respeito aos direitos dos cidadãos e possibilidade de voto. Apesar do sentido de república estar conectado com a sociedade romana, a estrutura da república era frágil, manifestando-se apenas por meio de consulados romanos, chefes de república, senados e assembleias populares.

Na República Romana, os patrícios tinham o poder, possuíam maior número de votos nas assembleias e ocupavam o senado, enquanto os plebeus tinham uma votação mínima e precisavam aceitar as imposições políticas.


Antigo Regime e Liberalismo na Modernidade – O Antigo Regime foi um sistema político aristocrático que vigorou na França. Era marcado por um governo centralizador e absolutista, com amplos poderes nas mãos do rei.

O Antigo Regime só acabou após a Revolução Francesa. Durante o período em que esse regime esteve na ativa, a sociedade da França era dividida em Primeiro Estado (Clero), Segundo Estado (Nobreza) e Terceiro Estado (Burguesia e Camponeses).

Já o Liberalismo na modernidade foi uma ideologia pautada na defesa dos direitos individuais. A filosofia política nasceu com os iluministas do século XVIII, entre eles John Locke e Montesquieu.

O objetivo era estabelecer limites para o poder político e valorizar as leis e os direitos fundamentais dos cidadãos. O liberalismo também esteve relacionado ao capitalismo, ou seja, à abertura comercial dos países.

Leia também! Assuntos relevantes