Antrax

Por

O Antrax, também chamado de Carbúnculo, é uma doença infecciosa aguda. A patologia é provocada por bactérias do tipo Bacillus anthracis. Ao infectar os seres humanos, estas bactérias formam esporos, um tipo de proteção que as bactérias desenvolvem para se protegerem em ambientes considerados hostis. Essa característica torna o tratamento difícil, o que faz dessa doença altamente letal.

O carbúnculo é uma doença que atinge frequentemente os animais herbívoros, sejam eles selvagens ou domésticos. A enfermidade afeta os seres humanos quando eles são expostos ao contato com animais infectados, por meio de sua carne, couro, lã ou outro elemento.

O Bacillus anthracis, causador da doença, é grande, do tipo Gram-negativo. Ele apresenta aproximadamente 8 micrômetros e tem a capacidade de produzir dois tipos de toxinas: uma toxina que causa um edema, e outra toxina que provoca secreção de líquidos.

Pessoas que trabalham diretamente com a manipulação de animais ou produtos derivados de animais apresentam um risco mais elevado de desenvolver a doença.


A história do Antrax

O Bacillus anthracis é conhecido pelo homem desde 1877. Ele foi descoberto por Robert Koch, pesquisador que realizou experimentos com a bactéria presente em bovinos, ovinos, caprinos e outros animais.


Características do Antrax

O ser humano pode ser infectado pela bactéria causadora do antrax por via cutânea, gastrointestinal ou por inalação. A doença é mais comum em zonas rurais.

Uma forma de prevenção da doença é evitar comer carnes cruas ou mal assadas. O risco de transmissão da doença de uma pessoa para outra é raro.

Ao desenvolver a doença, é provável que o paciente comece a notar os primeiros sintomas em 7 dias. As principais características são: lesão na pele, semelhante à picada de inseto; formação de bolha na pele, náuseas, febre, perda de apetite, vômitos, diarreia, entre outras;

As infecções causadas por via gastrointestinal e por inalação são as mais graves. No primeiro caso, a inflamação do trato intestinal causa a morte do paciente em até metade dos casos diagnosticados. Já no antrax por inalação, a doença é ainda mais grave, causando problemas respiratórios extremos, que levam a pessoa à morte rapidamente.


Diagnóstico do Antrax

O diagnóstico do antrax precisa ser feito por meio do isolamento da bactéria no sangue. Ao notar qualquer sintoma estranho após o contato direto com animais, procure atendimento médico de forma imediata.


Tratamento do Antrax

Uma vacina contra o Antrax já foi desenvolvida e pode ser tomada por pessoas que apresentam risco elevado de contrair a doença, principalmente aquelas que trabalham no campo e em laboratórios, além de militares e trabalhadores que atuam no preparo de produtos derivados de matérias-primas animais, como a pele e o couro.


Uso de Antrax como arma biológica

Em 2001, os Estados Unidos entraram em estado de alerta por causa do risco do uso do antrax como arma biológica. Foram notificados casos de Antrax no país, com infecção por inalação dos esporos que haviam sido enviados a autoridades através de correspondências.

O potencial do antrax como arma biológica é alto, já que cada grama da bactéria pode dar origem a 100 milhões de doses de substâncias infecciosas e letais. Além disso, a bactéria causa uma morte rápida e silenciosa.

Leia também! Assuntos relevantes