Antibióticos

Por

Os antibióticos são substâncias empregadas no tratamento de doenças causadas por bactérias. Estas substâncias podem ser naturais, sintéticas ou semissintéticas.

O papel do antibiótico no organismo é impedir o crescimento e matar as colônias de bactérias. Esse medicamento tão importante para o tratamento de diversas doenças foi descoberto por Alexander Fleming, na década de 1920, e revolucionou a medicina. O primeiro antibiótico da história foi a penicilina.

Atualmente, os antibióticos são empregados em vários tratamentos, como nos pós-operatórios e em caso de infecções como a pneumonia e as cistites, por exemplo. Os pesquisadores consideram a descoberta dos antibióticos como uma das maiores e mais importantes revoluções científicas, um fato que marcou o início da medicina moderna.


Como os antibióticos agem no organismo?

Os antibióticos agem no organismo para combater as infecções bacterianas. Eles não são eficazes contra infecções virais.

Existem várias classes de antibióticos, e cada uma delas atua de forma diferenciada no organismo. Os tipos de medicamentos mais comuns são os antibióticos bactericidas, que matam diretamente as bactérias; e os antibióticos bacteriostáticos, que impedem a multiplicação das bactérias.

A ideia é que o antibiótico atue no corpo humano para eliminar as bactérias e para ajudar o sistema imunológico a lutar contra a infecção. Uma das doenças tratadas com antibióticos é a pneumonia, que atinge os pulmões.


Resistência ao antibiótico

A popularização do antibiótico tornou o uso do medicamento indiscriminado, o que tem provocado o surgimento de bactérias resistentes. Isso significa que quanto mais antibióticos a indústria farmacêutica desenvolve, mais ficamos dependentes de novos medicamentos.

Esse processo é conhecido como resistência aos antibióticos, ou seja, com o tempo as bactérias se tornam imunes à ação dos medicamentos.


Efeitos colaterais dos antibióticos

Pessoas que fazem o uso repetido de antibióticos podem apresentar efeitos colaterais, entre eles diarreia e náuseas. Além disso, pessoas alérgicas ao medicamento podem ter falta de ar, urticária e erupções cutâneas.

Outra informação importante: mulheres grávidas só podem tomar antibióticos com a indicação do médico responsável pelo pré-natal, pois algumas classes do medicamento podem levar a problemas na formação do feto.

Nunca interrompa o tratamento com antibióticos antes do prazo estabelecido por seu médico. A interrupção precoce do tratamento faz com que as bactérias mais resistentes não sejam eliminadas e continuem se multiplicando no organismo, causando infecções ainda mais fortes.

Nunca faça automedicação. Todo tipo de medicamento só pode ser tomado com prescrição médica para o bem da sua saúde!

Leia também! Assuntos relevantes