Análise Sintática

Análise Sintática

Por

Nas aulas de português, estudamos a análise sintática, uma área estratégica da gramática que analisa a função e a conexão entre cada um dos elementos que fazem parte de um período. A análise sintática classifica todas as estruturas da sintaxe, ou seja, todos os períodos, orações e termos das orações.

Neste estudo, considera-se a frase como uma estrutura composta por diferentes períodos. Cada período é formado por orações. E as orações apresentam termos específicos. Todas estas partes podem ser analisadas de maneira conectada.

Confira os elementos estudados na análise sintática:

Termos da oração

As orações incluem termos essenciais, integrantes e acessórios. Os termos essenciais são o sujeito e o predicado. O sujeito é o termo que realiza ou sofre uma ação, e determina a terminação verbal. Ele pode ser identificado ou indeterminado na oração. Já o predicado é a informação dada sobre o sujeito.

Nos termos integrantes, temos aqueles elementos que ajudam a complementar o sentido dos verbos e dos nomes, entre eles estão o complemento verbal (objeto direto e indireto), o complemento nominal e o agente da passiva.

Entre os termos acessórios, que têm função de expressar uma circunstância, estão o adjunto adnominal, o adjunto adverbial e o aposto.

De acordo com a gramática normativa, a análise sintática tem o objetivo de estudar as funções que são desempenhadas por cada termo dentro de uma oração ou período.

Veja um exemplo simples de análise sintática:

O amor é fundamental para a vida!

O amor – Sujeito Simples

É fundamental – Predicado

Para a vida – Complemento Nominal.

Sintaticamente, todas as palavras têm uma função na oração. Saber determinar as funções sintáticas é essencial para conquistar bons resultados nos principais vestibulares, concursos e no Enem.

Leia também! Assuntos relevantes