América Pré-colombiana

América Pré-colombiana

Por

Colombo chegou ao continente americano em 1492. Nessa época, a América já era habitada por várias civilizações importantes, os chamados povos pré-colombianos.

A América Pré-colombiana já contava com um importante desenvolvimento cultural e material. As sociedades da América já eram avançadas em técnicas agrárias, em construções e na caça.

As principais sociedades pré-colombianas foram os Maias e os Astecas, que viviam no México (América Central); e os Incas, que viviam na Cordilheira dos Andes, na América do Sul. Essas civilizações tinham conhecimentos avançados em astronomia, matemática, técnicas de construção, metalurgia e cerâmica. Com a conquista dos europeus no continente, esses povos foram exterminados.

Estima-se que, antes da conquista espanhola, o continente americano tinha cerca de 88 milhões de ameríndios, todos vivendo organizados em tribos ou sociedades complexas. Os astecas, os incas e os maias, por exemplo, eram sociedades que possuíam organização social, política e econômica.

Na América Pré-colombiana, os astecas viveram na região da Cidade do México, entre os séculos XIV e XVI. A sociedade era hierarquizada e a economia era baseada na agricultura.

Os incas viviam no Peru, na Bolívia, no Chile e no Equador. Essa civilização já contava com um sistema de estradas, vivia de forma hierarquizada e era governada pelo imperador. Os incas também tinham um ótimo conhecimento da arquitetura.

Já os maias viveram na região da Guatemala, de Honduras e na Península de Yucatán, localizada ao sul do México. Esse povo usava uma escrita hieroglífica, vivia numa sociedade rígida e hierarquizada e tinha uma economia baseada na agricultura.

Leia também! Assuntos relevantes