Aldeídos e Cetonas

Aldeídos e cetonas podem ser classificados como funções orgânicas semelhantes. Tanto os aldeídos quanto as cetonas possuem uma estrutura que contém o grupo funcional carbonila (C = O).

A principal diferença entre eles, no entanto, diz respeito ao fato de que os aldeídos têm esse grupo funcional na extremidade da cadeia carbônica, o que significa que um elemento de ligação do carbono que forma a carbonila é o hidrogênio. Já no caso das cetonas, a carbonila fica entre dois átomos de carbono.


Informações importantes sobre Aldeídos e Cetonas

Os aldeídos e as cetonas são obtidos por alguns métodos específicos, que dão origem aos compostos. Entre esses métodos, é possível citar a hidratação de alcinos, a ozonólise de alcenos e a oxidação de álcoois. As cetonas também podem ser obtidas por meio da decomposição térmica dos sais orgânicos de cálcio.


O que são aldeídos?

Os aldeídos são compostos que apresentam carbonila na extremidade de uma cadeia carbônica. Eles têm estrutura simples, sendo o mais conhecido chamado de metanal (H2CO) ou aldeído fórmico, um tipo de gás irritante, incolor, solúvel em água e com cheiro forte.

Esse composto é conhecido por grande parte da população como formol, substância amplamente utilizada em tratamentos para alisar os fios dos cabelos, mesmo sendo proibida por órgãos de saúde e controle como a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Vale ressaltar que o formol traz riscos à saúde humana.

Outros usos práticos do formol são: para a produção de desinfetantes e explosivos e para a conservação de cadáveres.

Para formar os nomes dos aldeídos, basta acrescentar o sufixo “AL” ao nome do radical do hidrocarboneto (metanal H2CO).


O que são cetonas?

As cetonas são compostos orgânicos. A substância mais conhecida é a propanona, chamada popularmente de acetona. Ela é caracterizada como um líquido incolor, volátil, solúvel em água e inflamável, muito usado como solvente de esmaltes pelas mulheres.

Para formar os nomes das cetonas, basta acrescentar o sufixo “ONA” ao nome do hidrocarboneto (propanona).

Leia também! Assuntos relevantes