Acidente Nuclear de Chernobyl

Acidente Nuclear de Chernobyl

Por

No ano de 1986, o mundo assistiu com terror o acidente nuclear da Usina de Chernobyl, na Ucrânia. Um experimento realizado no reator número 4 da usina foi marcado por uma série de erros por parte dos operadores, inclusive deixando de lado o cumprimento de regras de segurança.

O acidente corresponde até hoje a maior tragédia nuclear do Leste Europeu. As falhas humanas que levaram a este acidente incluíram o fato de os funcionários da usina terem interrompido a circulação do sistema hidráulico de controle de temperaturas do reator.

Um superaquecimento deu origem a uma grande explosão e a uma bola de fogo. Isso aconteceu em uma área rica em Urânio-235, um elemento químico de elevado potencial radioativo.

O acidente nos reatores ocorreu exatamente no dia 26 de abril de 1986. O fogo na usina demorou 10 dias para ser controlado. Hoje, existe uma zona de exclusão na usina nuclear de Chernobyl.


Um ambiente letal

Após o acidente, a usina de Chernobyl se tornou um ambiente letal, tomado por material radioativo. A contaminação foi de grande proporção, com a disseminação de um material radioativo 400 vezes mais forte do que o gerado pelas bombas atômicas de Hiroshima e Nagasaki.


Operação de limpeza em Chernobyl

A Usina de Chernobyl precisou passar por uma intensa operação de limpeza depois do acidente, com uma equipe de mais de 600 mil trabalhadores. Cargas de areia e chumbo foram enviadas ao local para tentar controlar o fogo.

Logo após o acidente, 45 mil pessoas tiveram que ser removidas da área ao redor da usina. Os resultados desse acidente foram catastróficos e até hoje refletem no meio ambiente e na vida das pessoas na Ucrânia.

Para isolar a área da usina, as autoridades construíram um tipo de domo, que precisará ser substituído nos próximos anos.

Leia também:
Acidentes com Usinas Nucleares


Fotos do local:

Usina nuclear de Chernobyl

Pripyat, Chernobyl


Mortes e Doenças causadas pela radioatividade

A contaminação radioativa causou milhares de mortes e anomalias genéticas à população, principalmente àqueles que trabalharam na área depois do acidente. Segundo relatório da Organização Mundial de Saúde, 4 mil pessoas morreram por causa da explosão.

Entenda os efeitos da radiação no corpo humano:


Reportagem sobre o acidente em Chernobyl:



Novo Confinamento para a Usina de Chernobyl

Hoje, projetistas trabalham na construção de um novo tipo de confinamento de segurança para a área da usina de Chernobyl. A gigantesca estrutura móvel vai isolar a usina nuclear de forma permanente. O projeto do novo domo está orçado em US$ 2,2 bilhões.

Leia também! Assuntos relevantes