A Redução da Idade Penal para 16 Anos


 Compartilhar no facebook
 Compartilhar no twitter


A Redução da Idade Penal para 16 Anos

Por Carlos

Por Carlos
Uma das grandes discussões da atualidade é o rebaixamento da idade penal de 18 para 16 anos. Dessa maneira, jovens a partir dos 16 anos poderão ser processados pela Justiça comum e receber as devidas penas. Diante do aumento dos níveis de violência cometida por adolescentes e de sua maior independência, diversos setores da sociedade debatem se a penalização dos 16 anos seria um método eficaz de combate à violência e se desenvolveria o senso de cidadania na juventude.

Aqueles que se opõem à redução da idade penal argumentam que o adolescente é muito impulsivo e na busca por seus valores, pode cometer um delito ser ter noção daquilo que fez. Essa postura é rechaçada pelos que são favoráveis à redução. Eles utilizam como contra-argumento o fato do adolescente possuir uma capacidade crítica suficiente para ter direito ao voto e a responsabilidade penal contribuir para a consolidação de seus valores morais.

O adolescente deve compreender que todos os seus atos levam a algum tipo de consequência. Caso ele cometa uma infração, deverá responder por ela. Desse modo, a responsabilidade penal despertaria no jovem, além da prudência, o senso de cidadania e respeito às leis. No entanto, deve-se levar em conta que o sistema penitenciário brasileiro está abandonado, o que impede qualquer tipo de recuperação dos detentos. Reduzir a idade penal e confinar jovens de 16 anos em cadeias superlotadas não resolve o problema da criminalidade nem contribui para desenvolver os valores nos adolescentes.

Aos 16 anos, o adolescente é capaz de definir sua conduta, o que permite que ele responda a um processo e cumpra a pena. Um simples debate demagógico e propostas vagas não resolvem a questão da penalização. Ações concretas que possibilitem que o jovem exerça sua cidadania são necessárias, assim como uma estrutura que possa recuperá-lo e permitir que o jovem assimile seus direitos e deveres.


As opiniões expressas nesse texto são de responsabilidade de seu autor.
O GrupoEscolar.com é um veículo de comunicação e não compactua com nenhuma opinião sobre nenhum tema.



Fonte:
http://www.supercarloshp.hpg.ig.com.br/penalizacao.htm




Leia também! Assuntos relevantes.

Violência Escolar no Brasil
Os casos de violência escolar no Brasil começaram a chamar a atenção após o ano de 1980. Poucos são os diagnósticos quantitativos sobre o tem, mas alg...

As Leis de Newton
As leis de Newton são importantes para nos ajudar a compreender os comportamentos estáticos e dinâmicos dos corpos. O inglês, Isaac Newton, formulou t...

Leishmaniose
Doença infecciosa e parasitária causada por cerca de 30 espécies diferentes de protozoários do gênero Leishmania, principalmente a brasiliensis, a tro...

Leis de Faraday
Gaiola de Faraday Num corpo neutro, as cargas elétricas positivas e negativas distribuem-se pelo corpo. Se eletrizarmos o corpo, as cargas ...

Leis das Transformações Químicas
A observação de muitas reações químicas ao longo do tempo revelou um certo número de consistências conhecidas por leis das transformações químicas. A...

Conceito de Violência
Violência significa agressividade. Esse comportamento causa danos a outras pessoas, a qualquer outro ser vivo ou a algum objeto. Existem alguns tipos ...

Maioridade Penal
A maioridade penal é a idade legal para que uma pessoa responda criminalmente como adulto. A maioridade penal é a idade estabelecida pela legislaçã...

Violência urbana
Ao descrever o estado de natureza, Hobbes afirmou que, numa situação em que "os homens vivem sem outra segurança senão a que lhes pode ser oferecida p...

Leis de Kirchhoff
As Leis de Kirchhoff foram formuladas em 1845 e receberam o nome do físico alemão Gustav Kirchhoff. Essas leis da física são baseadas no Princípio da ...

Fale Conosco | Feed / RSS | Google + | Twitter |

Novos assuntos sobre educação no seu e-mail

Site destinado a educação, estudos, informação e pesquisa escolar. Não incentivamos a prática de trabalhos escolares prontos.

Somos um veículo de comunicação. Não compactuamos com nenhuma opinião sobre nenhum tema.

Cópia ou reprodução de conteúdo somente se citada a fonte.

© 2015 - Grupo Escolar - Todos direitos reservados